domingo, 20 de agosto de 2017

Jefferson se destaca, e Valencia tem atuação apagada. Por que o Bota perdeu?


Goleiro faz três grandes defesas e salva o Alvinegro de levar outros gols, em Campinas. Chileno perde boa chance no início do jogo e volta a ter atuação discreta






Melhores momentos de Ponte Preta 2 x 1 Botafogo pela 21ª rodada do Brasileirão 2017



Com o "time alternativo", como gosta de falar o técnico Jair Ventura, o Botafogo não jogou mal, mas perdeu para a Ponte Preta por 2 a 1, em Campinas, pelo Campeonato Brasileiro. Destaque para Jefferson, que salvou o Alvinegro com pelo menos três grandes defesas.


Jair Ventura optou por um time ofensivo, com apenas Dudu Cearense "na responsabilidade" de proteger a zaga. Mais uma vez recuado, Leandrinho apareceu bem e participou da maioria das jogadas, tanto que o Botafogo caiu de rendimento quando o meia saiu de campo após sentir um problema na coxa.


Mesmo saíndo atrás no placar, o time manteve o jogo equilibrado e apostava nas boas arrancadas de Arnaldo pela direita. Em uma delas, Dudu Cearense achou o companheiro, que foi derrubado e sofreu pênalti. Brenner cobrou com categoria e fez seu primeiro gol pelo clube.


A zaga não comprometeu. Carli e Emerson Santos foram bem, mesmo com o campo molhado. O lado ruim ficou para as participações de Marcos Vinícius e Leo Valencia, principalmente do Chileno, que perdeu grande chance de marcar no início do jogo.


O gol do desempate da Ponte Preta veio aos 42 do segundo tempo, quando Emerson Sheik aproveitou um rebote e pegou de primeira, sem chances para Jefferson.


E agora?

Com o resultado, o Botafogo caiu para a nona colocação, com 28 pontos, dois atrás do G-6. A vitória da Ponte fez o time saltar quatro posições e ficou apenas um ponto atrás do Alvinegro carioca e três atrás da zona de classificação para a Libertadores.


O Botafogo volta a campo nesta quarta-feira, pelo jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil, no Maracanã. Já a Ponte vai enfrentar o Atlético-MG no domingo, em casa pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.



Marcos Vinicius teve atuação apagada neste domingo (Foto: Futura Press)


Ponto forte:


Avançadas pela direita - Arnaldo foi um dos pontos fortes do Botafogo, apoiando bastante. O lateral, inclusive, sofreu o pênalti, que originou o empate alvinegro.
Leandrinho - Pelo segundo jogo consecutivo no Campeonato Brasileiro, o jogador teve um rendimento considerável. Jogando um pouco mais recuado, ele participou bem dasjogadas. No segundo tempo, sentiu um problema na coxa e foi substituído.
Marcação no meio - O Botafogo se destacou pela marcação forte no meio de campo. Bruno Silva e Dudu Cearense fecharam bem e não deixaram a Ponte avançar em jogadas centralizadas.
Jefferson - O goleiro salvou o Botafogo com pelo menos três ótimas defesas.

Saraiva manda bomba cruzada e Jefferson espalma aos 21' do 2º Tempo


Ponto fraco:


Finalização - O último passe não foi o forte do Botafogo na tarde deste domingo. E olha que não falta treino. Leo Valencia, por exemplo, perdeu uma grande oportunidade para abrir o placar no início do jogo. Brenno também teve uma chance e jogou para fora.
Marcos Vinicius e Valencia - Mais uma vez, os dois, que começaram jogando, não foram bem. O chileno acabou substituído no intervalo.
Rebote na defesa: O Botafogo perdeu a maioria dos rebotes na sua defesa. No segundo gol da Ponte Preta, por exemplo, Emerson chutou sozinho da entrada da área.


Fonte: GE/Por GloboEsporte.com, Campinas, SP

Rodada #21: tudo o que você precisa saber sobre Ponte Preta x Botafogo


Contra um Bota alternativo, Macaca busca a reabilitação após quatro jogos sem vencer no Brasileirão; cariocas priorizam semifinais da Copa do Brasil




(Foto: Infoesporte)



O JOGO

Ponte Preta e Botafogo entram em campo neste domingo com focos distintos. Enquanto a prioridade dos cariocas é a disputa das semifinais da Copa do Brasil contra o Flamengo, a Macaca concentra todas as atenções na busca pela reabilitação no Campeonato Brasileiro. A bola rola a partir das 16h (de Brasília), no Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 21ª rodada.


A situação dos times na tabela também é diferente. A Ponte aparece na parte de baixo, com 24 pontos, pressionada pela zona de rebaixamento. O Bota, por sua vez, tem 28 pontos, em posição intermediária. Até por isso pode se dar ao luxo de usar uma equipe alternativa neste momento.


Transmissão: Premiere e PFCI (com Sérgio Arenilas e Luiz Ademar). O GloboEsporte.com acompanha a partida em Tempo Real, a partir das 15h30, com vídeos exclusivos.



(Foto: Infografia )


Ponte Preta - Técnico: Gilson Kleina


A semana livre para treinar e o elenco reforçado, com a chegada de Léo Gamalho e os retornos de Marllon, Elton e Emerson Sheik, são as apostas de Gilson Kleina para a Macaca voltar a vencer após quatro jogos, com três empates consecutivos por 0 a 0.


Sem Rodrigo, suspenso, Marllon entra naturalmente na zaga. Elton e Sheik também têm presença garantida entre os titulares, nos lugares de Jádson e Maranhão, respectivamente. Apesar do suspense do treinador, a tendência é por essas três novidades na escalação. Gamalho ficará como opção no banco de reservas.


Quem está fora: Rodrigo (suspenso), Renato Cajá (tratamento de inflamação no joelho direito) e João Vitor (recuperação de cirurgia no tornozelo)


Pendurados: Fernando Bob, Jeferson, Naldo, Jádson, Lucca e Wendel



Campinho mostra provável formação da Ponte para enfrentar o Botafogo (Foto: Editoria de Arte)


Botafogo - Técnico: Jair Ventura


De olho no segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil, diante do Flamengo, na próxima quarta-feira, no Maracanã, o técnico Jair Ventura resolveu poupar a maioria dos titulares. Únicos garantidos contra a Ponte Preta são Carli, Pimpão e Gatito. Os dois primeiros estão suspensos e não enfrentam o Rubro-Negro. Já o goleiro deve atuar para manter o ritmo.


Sendo assim, o Botafogo vai entrar mais uma vez no Campeonato Brasileiro com um time alternativo, que contará com o chileno Leo Valencia e o atacante Brenner. Agora volante, Leandrinho atuará ao lado de Dudu Cearense na proteção aos zagueiros.


Quem está fora: Emerson Silva (se recupera de inflamação no tornozelo)


Pendurados: Arnaldo, Lindoso, Valencia, Roger, João Paulo e Matheus Fernandes


Provável Botafogo para enfrentar a Ponte Preta (Foto: GloboEsporte.com)




(Foto: Infografia )


Dewson Fernandes Freitas da Silva (Fifa) apita o jogo, auxiliado por Hélcio Araújo Neves e José Ricardo Guimarães Coimbra, todos do Pará


Fonte: GE/Por GloboEsporte.com, Campinas, SP