segunda-feira, 24 de julho de 2017

Presidente do Botafogo freia expectativa da torcida por reforços: 'Orçamento está muito apertado'


Já com Valencia e Brenner contratados, Carlos Eduardo Pereira admite a dificuldade financeira do clube para trazer mais atletas. Empate com o lanterna incomodou




Carlos Eduardo Pereira está no último ano do primeiro mandato como presidente do Alvinegro (Foto: Vinícius Britto)


Especialmente após o empate com o Atlético-GO, lanterna do Campeonato Brasileiro, no último domingo, parte da torcida do Botafogo ficou preocupada. A opção do técnico Jair Ventura de poupar os titulares por conta do duelo contra o Atlético-MG, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, causou apreensão em relação ao real poder do elenco alvinegro. Contudo, o presidente do clube, Carlos Eduardo Pereira, avisa que dificilmente novas contratações serão feitas.

- Eu não colocaria muitas expectativas porque o nosso orçamento está muito apertado. Temos como prática não reagir a resultados. A prioridade do clube (no momento) é a Copa do Brasil, e foi um empate, fora de casa, no Campeonato Brasileiro. Os reforços devem estrear contra o São Paulo: Brenner e Valencia. Se surgir outra possibilidade será bom, mas eu não colocaria como prioridade imediata - entende o mandatário.

Apesar do otimismo do presidente em relação a Valencia, o chileno ainda espera a obtenção do visto de trabalho por parte da Polícia Federal. No caso dele, que sofreu processo no país natal, um parecer do Ministério da Justiça do Brasil é necessário. Espera-se que até o fim da semana a situação esteja resolvida. Para atuar contra o Tricolor Paulista, ele precisará estar no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF até sexta-feira.

No fim de semana, o jornal O Globo publicou que até o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, estaria envolvido na busca pela liberação do atleta de forma ágil. O mandatário do Glorioso não vê problema.

- Não chega a ser uma surpresa (o processo de Valencia). O caso está num trâmite da legislação brasileira, está no Ministério, e o presidente Rodrigo Maia é um botafoguense sempre engajado. Se há uma possibilidade de fazer um pedido dentro da regra (não vejo problema) - ponderou.


Fonte: GE/Felippe Rocha/Rio de Janeiro (RJ)

Brenner faz seu 1° treino com bola; Pimpão deixa campo com dores no tornozelo


Diretoria alvinegra espera regularizar o atacante, que veio do Internacional, para a partida contra o São Paulo, no sábado, pelo Campeonato Brasileiro





Após o empate em 1 a 1 com o Atlético-GO, o elenco do Botafogo desembarcou no fim da tarde desta segunda-feira no Rio de Janeiro e foi direto para o treinamento no Estádio Nilton Santos. A grande novidade do dia foi a presença do atacante Brenner em campo.


Emprestado pelo Internacional, o jogador treinou pela primeira vez com os companheiros e mostrou bom aproveitamento na atividade de finalização, que também foi realizada por Roger e Valencia. Assim como o chileno, o clube espera regularizá-lo a tempo do próximo jogo do Brasileiro, contra o São Paulo, no sábado.



Brenner participou de treino com bola no Botafogo (Foto: Felippe Costa/GloboEsporte.com)


Cabeça no Galo

Enquanto isso, as atenções do Botafogo estão voltadas para a partida de quarta, contra o Atlético-MG, que vale uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil. Na atividade desta segunda, Jair também fez um trabalho de ataque contra defesa e, num determinado momento, armou a defesa com Emerson Santos, Carli, Rabello e Victor Luis.


Gatito treinou normalmente e tem grandes chances de voltar ao gol alvinegro. O paraguaio, inclusive, participou dos trabalhos de ataque contra defesa, quando a linha defensiva foi formada com jogadores titulares.


Pimpão sente e assusta


Pouco antes do término da atividade, Rodrigo Pimpão sentiu o tornozelo direito e saiu de campo com uma bolsa de gelo no local. O atacante desceu para o vestiário. O treino desta terça servirá para ter uma análise melhor em relação a sua participação na quarta ou não.


Após perder o jogo de ida por 1 a 0, o Botafogo precisa vencer por dois gols de diferença para avançar para a próxima fase da Copa do Brasil. A vitória por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Empate dá a vaga ao time mineiro. O confronto está marcado para quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.


Fonte: GE/Por Felippe Costa, Rio de Janeiro