terça-feira, 18 de julho de 2017

Camilo vai ao treino se despedir e acertará a saída do Botafogo nesta terça


Clubes já têm entendimento e negociação será finalizada nesta noite. Alvinegro terá antiga dívida com o Inter, referente ao lateral Marcelo Cordeiro, abatida






Camilo deixa o Estádio Nilton Santos (Foto: Marcelo Baltar)


Camilo não joga mais no Botafogo. O meia esteve no treino da tarde desta terça-feira, no Estádio Nilton Santos, apenas para se despedir dos companheiros antes de seguir para Porto Alegre e ser anunciado como reforço do Internacional.


O clube carioca receberá Brenner, que será emprestado até dezembro de 2018, e terá uma antiga dívida de R$ 362 mil, referente ao lateral Marcelo Cordeiro, abatida. A troca será definitiva, mas o Botafogo manterá 50% dos direitos de seu camisa 10 e ficará com 20% do atacante.


As conversas ocorrem desde a semana passada e se intensificaram após Camilo ficar no banco contra o Fluminense. Na última sexta-feira, o diretor executivo do Inter, Jorge Macedo, esteve no Rio de Janeiro para acelerar o processo.


Camilo tinha contrato com o Botafogo até maio de 2018 e já estava em processo de renovação, mas a investida do Colorado, na última semana, mudou o rumo das negociações. O jogador não se sentia valorizado em General Severiano, mesmo reconhecendo que não está com o bom rendimento de antes.



Brenner vai jogar no Botafogo (Foto: Ricardo Duarte / Divulgação, Inter)


Artilheiro do Campeonato Gaúcho, com sete gols, Brenner perdeu espaço no Inter com a contratação de William Pottker. Ele tem contrato até 2020 com o Colocado. Aos 23 anos, o atacante também chamou a atenção do Nantes, da França.


Fonte: GE/Por Felippe Costa e Marcelo Baltar, Rio de Janeiro

Após quase um ano ausente, Luis Ricardo volta a jogar pelo Bota: "Frio na barriga"


Lateral entra no lugar de Arnaldo, que sai com problemas musculares e é dúvida para a próxima partida contra o Atlético-PR. Técnico Jair Ventura comemora o retorno do lateral







Longe de partidas oficiais desde que fraturou o tornozelo esquerdo em setembro do ano passado, Luis Ricardo, enfim, voltou a jogar pelo Botafogo na noite desta segunda-feira, na vitória por 2 a 1, diante do Sport, no Estádio Nilton Santos.


O lateral, que começou no banco de reservas, acabou entrando após uma lesão do companheiro de posição Arnaldo. Assim que foi chamado pelo técnico Jair Ventura, a torcida do Botafogo comemorou bastante e mostrou o quanto ele é querido.


- Estou muito feliz. Foi um jogo importante, quase um ano parado, mas Deus tem tempo para todas as coisas. Fui presenteado. Aquele frio na barriga, pois sabia da responsabilidade. Lamento apenas a lesão do Arnaldo.



Arnaldo manda mensagem para Luis Ricardo (Foto: Intagram)


Na coletiva de imprensa após o jogo, o técnico Jair Ventura comentou o retorno de Luis Ricardo aos gramados e lembrou de um elogio do ex-técnico Caio Júnior.


- Estou muito feliz pelo Ricardo. O jogo que se machucou era o líder de assistências do Botafogo. Era o capitão naquela oportunidade. Lembro que o meu amigo Caio Júnior, que agora está no céu, disse após aquele jogo que o Luis era jogador de Seleção. Existia uma dúvida de como ele voltaria. Tenho certeza que ele está feliz.


Confira, abaixo, mais assuntos abordados com o jogador:

QUASE UM ANO DA CONTUSÃO
- Lembro de cada detalhe, um passe para o gol de bicicleta do Camilo. Se tivesse com uma gravata no escritória não teria acontecido isso (risos).



Luis Ricardo Botafogo (Foto: Andre Durão)


JOGOS PELA TELEVISÃO

- Ficava em casa vendo eles jogando... Eu sentia junto. Hoje foi uma emoção grande. Nosso time não estava fazendo uma boa partida, mas o montante acabou facilitando para sair a vitória.


PENSOU EM PARAR?
- Em nenhum momento. A minha dúvida era como eu voltaria. Os profissionais aqui do Botafogo foram ótimos, a diretoria me deu tranquilidade.... Claro que não estou 100%, mas hoje mostrou que tenho tudo para evoluir.



Luis Ricardo, Botafogo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)


TITULAR CONTRA O ATLÉTICO-PR?

- Estamos sendo provados todos os dias e venho treinando para jogar. Se eu for esperar jogos fáceis, não vou jogar. Estou treinando para que a oportunidade chegue. É assim que o homem cresce.


CARINHO NO RETORNO

- Fui para o exame de doping e demorei para chegar no vestiário, mas recebi um abraço do Carli. Encontrei nosso outro capitão, que é o Jefferson. Ele se disse muito feliz por mim. O Carinho do grupo quando entrei foi demas. A família Botafogo é isso ai.



Auxiliar de Jair, Emilio Faro abraça o lateral Luis Ricardo (Foto: Felippe Costa)


Fonte: GE/Por Felippe Costa, Rio de Janeiro