sexta-feira, 21 de julho de 2017

Condenação no Chile atrasa visto, e Valencia ainda não tem data para estrear


Condenado a cumprir pena alternativa por conta de agressão a ex-mulher, reforço do Botafogo ainda não conseguiu visto de trabalho. Clube aguarda liberação nos próximos dias




Principal reforço do Botafogo na janela, Leo Valencia não tem previsão para estrear. Sem visto de trabalho, a situação do chileno ainda não foi regularizada na CBF. Um antigo problema em seu país tem atrasado o processo.


Processado por agressão a sua ex-mulher, Leo Valencia foi condenado a cumprir pena alternativa no Chile. A situação, aparentemente, já foi resolvida em seu país, mas tem atrasado a questão do visto de trabalho do jogador no Brasil. A informação foi revelada pelo Esporte Interativo.



Leo Valencia ainda não foi regularizado pelo Botafogo (Foto: Twitter oficial do Botafogo)


O Botafogo tenta fazer com que o jogador cumpra o restante da pena alternativa no Brasil. O caso está no Ministério da Justiça. Os advogados do clube já apresentaram toda a documentação e estão confiantes que a situação será resolvida nos próximos dias.


- Não conto com eles para domingo (Brenner e Valencia). A situação do Valencia é um pouco mais enrolada – disse Jair Ventura, descartando qualquer possibilidade de contar com os reforços contra o Atlético-GO.


Apesar de ter vindo do exterior, Leo Valencia chegou ao Botafogo sem vínculo com outro clube. Ele estava livre no mercado após o fim do contrato com o Palestino. Até por isso, o meia poderá ser inscrito após o fechamento da janela internacional, nesta quinta-feira.


O nome do atleta, de acordo com o Botafogo, também já consta no TMS (Transfer Matching System) da Fifa.


Fonte: GE/Por GloboEsporte.com, Rio de Janeiro

Botafogo ainda não terá Leo Valencia e Brenner contra o Atlético-GO


Chileno ainda não conseguiu visto de trabalho e não foi regularizado na CBF. Ex-colorado ainda passará por exames no Rio e tendência é que fique à disposição contra o São Paulo




Melhores momentos: Atlético-PR 0 x 0 Botafogo pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro


O Botafogo tem quatro jogadores suspensos, tem jogo importante pela Copa do Brasil na próxima semana, mas ainda não será desta vez que Jair Ventura poderá contar com os novos reforças para rodar o elenco. Brenner e Leo Valencia não vão reforçar a equipe contra o Atlético-GO, no domingo.


São situações distintas. Leo Valencia chegou ao clube há duas semanas, mas ainda não está regularizado. O chileno ainda não conseguiu o visto de trabalho e por conta disso seu nome ainda não consta no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.



Leo Valencia ainda não foi regularizado (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)


Apesar de ter vindo do exterior, Leo Valencia chegou ao Botafogo sem vínculo com outro clube. Ele estava livre no mercado após o fim do contrato com o Palestino. Até por isso, o meia poderá ser inscrito após o fechamento da janela internacional, nesta quinta-feira.


- Não conto com eles para domingo. A situação do Valencia é um pouco mais enrolada – disse Jair Ventura.


Recém-contratado, Brenner desembarcou no Rio de Janeiro nesta quinta-feira, ainda passa por exames e não se juntará à delegação alvinegro em Goiânia. O atacante ficará no Rio de Janeiro e é provável que fique à disposição para o jogo contra o São Paulo, no dia 29.



Brenner chega ao Rio para assinar com o Botafogo (Foto: Globoesporte.com)


Fonte: GE/Por Gabriela Ribeiro, Curitiba, PR

Jair elogia entrega do Botafogo no empate em Curitiba: "Não foi um resultado ruim"


Treinador frisa que seu time jogou para vencer, mas um ponto fora de casa não pode ser desprezado. Comandante alvinegro volta a falar em se reinventar após novos desfalques





Melhores momentos: Atlético-PR 0 x 0 Botafogo pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro


O Botafogo deixou a zona de classificação da Libertadores, mas não pode considerar o 0 a 0 contra o Atlético-PR fora de casa um mal resultado. Após a partida, Jair Ventura reforçou a dificuldades de jogar na Arena da Baixada, elogiou o adversário e destacou a entrega da equipe.


- O Botafogo joga para vencer, mas jogar aqui é sempre muito difícil. Apesar de o Atlético-PR estar próximo da zona de rebaixamento, empatou com o Corinthians. Eles vêm numa crescente. É uma equipe com tradição, grande elenco. Foi o melhor mandante no ano passado. Não é um resultado ruim, não - disse o treinador.




Jair Ventura (Foto: Gabriela Ribeiro)

Jair ainda lamentou o fato de o chute de Guilherme, nos acréscimos, não ter entrado, mas reiterou a importância do ponto fora de casa.

- Acabou não pegando a curva. Aquela bola que a gente tira e bate de chapa, acabou indo reto. Tinha que bater de chapa. Não fez a curva e não entrou. Mas foi um lance que a gente criou. Empate nunca é bom, mas jogando fora e as circunstâncias, foi um bom resultado.


Outros trechos


Entrega

É uma marca da nossa equipe, esse jogo coletivo. Tenho jogadores fantásticos que são super aplicados dentro do jogo. Facilita muito a vida do treinador. Os atletas são sempre os protagonistas, e eles vendem cada jogo muito caro. Jogo muito truncado, poucas oportunidades.


Sequência e desgaste

A gestão, o trabalho com setor de fisiologia. O número e a tendência dos atletas, a todo tipo de lesão. Às vezes, mesmo o atleta fazendo uma boa partida, você tem que tirar. Você vê o Pimpão, saiu com cãibra e estava assim até agora. Temos um elenco bem enxuto, mas vamos firmes em todas as competições. Isso tem um preço, principalmente na parte física. Mas a gente leva cada jogo como uma grande decisão para que a gente possa dar alegria para a torcida.


Desfalques

Tem que se reinventar, a gente vai mostrar a força do nosso enxuto elenco. Aqueles que estiverem em condições físicas de disputar esse jogo fora. A gente sempre busca o melhor time.

Nota: Cari, Rabello, Pimpão e Emerson Santos estão suspensos


Fonte: GE/Por Gabriela Ribeiro, Curitiba, PR