terça-feira, 7 de março de 2017

Bruno Silva valoriza semana livre de treinos do Botafogo: 'Bem proveitosa'


Sem entrar em campo desde o dia 22 de fevereiro, Glorioso aproveita sua 'mini pré-temporada' para recuperar a parte física do elenco. Volante vira a chave para a Taça Rio



Volante alvinegro disputou 57 jogos com a camisa do Botafogo (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Nesta terça-feira completa 13 dias da última vez em que o Botafogo esteve em campo: foi contra o Olimpia, no Paraguai, pela Libertadores. Desde então, o Alvinegro realiza uma espécia de "mini pré-temporada", com treinos específicos de recuperação física e visando a sequência de jogos no decorrer do ano. E os jogadores aprovaram o tempo livre para as atividades. Foi o que disse Bruno Silva, que ano passado foi um dos jogadores que mais entrou em campo.

- Esse período sem jogos foi bastante proveitoso. Nossa pré-temporada foi curta e conseguimos trabalhar nos últimos dias muito a parte física para nos dar a sustentação no decorrer da temporada. Confesso que não foi fácil, principalmente pelo calor. Mas nós jogadores temos a consciência que esses treinos físicos são cruciais - destacou o jogador do Botafogo.

O trabalho físico dos últimos dias pode ser importante para o Glorioso com o começo da Taça Rio na próxima quinta-feira, contra o Volta Redonda. Segundo o volante, o foco do Botafogo agora será na conquista do título do turno.

- Agora nós teremos mais tempo de um jogo para o outro. Além disso, o nosso elenco é forte e tem condições de conciliar com mesmo nível a Libertadores e o Carioca. Nosso objetivo nesses dois primeiros meses de 2017 era colocar o Botafogo na fase de grupos e conseguimos atingir essa meta. Passaremos a buscar o título da Taça Rio agora - completou Bruno Silva.

O empresário do volante, Carlinhos Sabiá, deve chegar no Rio de Janeiro nesta semana para sentar com a diretoria alvinegra e discutir a renovação de Bruno Silva com o clube, já que seu contrato vai até o final do ano. Desde que chegou em General Severiano, no começo de 2015, o volante disputou 57 partidas e marcou cinco gols, sendo um deles no jogo que classificou para a Libertadores.


Fonte: LANCE! Rio de Janeiro (RJ)

Bota vai investir R$ 3 mi para estruturar dependências do Nilton Santos


Direção planeja modernizar departamentos do estádio, além de construir dormitórios e área de imprensa para o dia a dia do futebol alvinegro




Equipamentos da academia de General já foram levados para o
Nilton Santos (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)
O Botafogo trabalha para deixar o Nilton Santos cada vez mais com sua cara. Após customizar o estádio com seu escudo e suas cores, o clube vai realizar melhorias para o dia a dia do futebol. A ideia é investir cerca de R$ 3 milhões nas dependências internas, como dormitório para jogadores e outras melhorias.

Boa parte do dinheiro sairá da premiação da Pré-Libertadores. O valor não estava previsto no orçamento para 2017 – aprovado em dezembro pelo Conselho Fiscal e Deliberativo. Desde o início do ano o Botafogo voltou a treinar no Nilton Santos.


Com o dia a dia de volta ao local, a ideia é ampliar e estruturar os departamentos médico e físico. A academia, por exemplo, será modernizada e receberá novos aparelhos. Muita coisa já chegou de General Severiano. Outra novidade serão dormitórios para os jogadores descansarem entre as atividades.

No campo anexo, onde os treinos costumam ser realizados, será criada uma área de convivência para a imprensa. O local também deve receber um espaço para o departamento médico realizar os primeiros atendimentos, sem a necessidade de os jogadores terem de se deslocar pelas dependências internas para serem atendidos.

Campo anexo do Nilton Santos deve ter nova estrutura em breve (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)

O Botafogo usava a estrutura em General Severiano ano passado, mas a volta ao Nilton Santos vem causando certa dificuldade. Alguns equipamentos que deveriam ser instalados no estádio ainda não foram, alguns por falta de espaço. A sala de fisioterapia também demorou a ser climatizada, o que gerou reclamação de alguns jogadores por conta do calor – a máquina de gelo ficou fora de operação em certo dia, e um atleta lesionado desistiu de fazer o tratamento. Os fatos geraram certa tensão entre o departamento de futebol e outras áreas do clube.


Paralelamente, o Botafogo planeja novas ações de entretenimento para os torcedores em dias de jogos. A ideia é que o público chegue mais cedo aos jogos e fique mais tempo no Estádio Nilton Santos. Nos próximos dias o clube divulgará algumas ações com a torcida no local.


Fonte: GE/Por Felippe Costa, Gustavo Rotstein e Marcelo Baltar/Rio de Janeiro