domingo, 2 de julho de 2017

Jair vê mistão valente e não se arrepende: "Não queria correr risco de perder jogador"


Técnico do Botafogo elogia atuação em derrota magra para o líder Corinthians, lamenta gol sofrido "na marra", minimiza sequência de três derrotas sob seu comando e vira chave para Libertadores




Melhores momentos de Corinthians 1 x 0 Botafogo pela 11ª rodada do Brasileirão


Após o 1 a 0 chorado para o Corinthians na tarde deste domingo, em São Paulo (veja os molhores momentos no vídeo acima), o Botafogo acumulou a terceira derrota seguida, sequência que acontece pela primeira vez sob o comando de Jair Ventura. Porém, nada que tire o sono do treinador, que minimizou a série negativa alegando ser por três competições diferentes, classificou a atuação do time misto como valente e não se arrepende de ter poupado jogadores para Libertadores.


- Eu não queria correr o risco de perder jogadores que são muito importantes para nós. Vimos os indicadores e conversei muito com a nossa fisiologia. Seguramos os que tinham o risco de ter alguma lesão. (...) Perder nunca é bom, principalmente três derrotas. Mas o jogo contra o Atlético-MG (Copa do Brasil) ainda não acabou. Estamos em três competições. Trabalhamos demais para estarmos nessas três competições. Poucas equipes estão em todas como o Botafogo. Então ainda dá para reverter a situação em todas delas, porque temos chances em todos delas ainda. As três derrotas incomodam pelo nosso espírito de competitividade, nossa equipe é muito competitiva, mas acho que teremos coisas boas pela frente - afirmou.



Jair Ventura não se arrependeu de time misto e elogiou atuação (Foto: Marcos Ribolli)


Estacionado com 15 pontos, o Botafogo caiu mais duas posições na tabela e virou o nono colocado do Campeonato Brasileiro. A equipe retorna ao Rio de Janeiro ainda neste domingo e se reapresenta na tarde desta segunda-feira, no Nilton Santos. O próximo compromisso é o Nacional-URU, em Montevidéu, pelo jogo de ida das oitavas de final.


Confira outros trechos da coletiva:


O JOGO

O jogo mais ou menos no primeiro tempo para as duas equipes. Lógico que o Corinthians teve mais posse de bola. No segundo tempo, o Corinthians foi muito forte, aqui dentro ele é muito forte, foi superior e acabou merecendo a vitória. Apesar de o gol ter sido na marra, no bate-rebate, mas isso é coisa de futebol. Não é a toa que é o líder. Parabéns pela vitória. Agora vamos virar a chave pela Libertadores. Nosso time está de parabéns. Mesmo com tantos meninos e tantos desfalques, foi valente e lutou. Não merecemos a vitória, longe disso. O Corinthians foi superior, principalmente no segundo tempo, foi merecedor da vitória.


ESTREIA DE MARCOS VINÍCIUS

Muito tempo sem jogar, mas precisamos dele. Errou uma bola quando entrou, mas depois deu dois ou três bons passes. Vai ajudar. Ele requer ainda um tempo para ganhar ritmo de jogo, mas vejo o Marcos com um potencial muito grande para ajudar o Botafogo.



Jair Ventura evitou lamentar na coletiva e focou na Libertadores (Foto: David Abramvezt)


LIBERTADORES
Não dá para treinar, não dá para fazer nada. A gente já viaja terça-feira de novo. Tem que descansar e colocar a perna deles para o alto. O trabalho da fisiologia será importantíssimo para recuperarmos. Conseguimos poupar alguns jogadores. Poupamos cinco atletas para conseguirmos fazer um grande jogo contra o Nacional-URU, que será uma partida muito difícil.


MATHEUS FERNANDES VOLTA?

Espero que sim.


Fonte: GE/Por David Abramvezt, São Paulo

Corinthians insiste, supera Gatito, vence misto do Botafogo e mantém folga


Recuado e bem organizado, cariocas quase conseguem segurar pressão do líder com grande atuação de Gatito. Após perder pênalti, Jô marca e garante 9º vitória. Timão mantém vantagem na tabela





Gol do Corinthians! Após briga na área, Jô marca aos 33' do 2º Tempo


Não foi fácil, em certo momento parecia que não iria acontecer, mas o Corinthians conseguiu mais uma vitória e segue passeando no Brasileirão. Neste domingo, em seu estádio, a equipe paulista venceu por 1 a 0 o valente time misto do Botafogo, que poupou cinco titulares. Jô marcou o único gol do jogo e se redimiu, após ter cobrança de pênalti defendida por Gatito.


Invicto há 25 jogos e há mais de três meses, o Corinthians tem o melhor início de uma equipe na era de pontos corridos do Brasileirão e segue tranquilo na liderança, com 29 pontos, nove vitórias e dois empates. Com 15 pontos, o Botafogo caiu duas posições e está em 9º. No próximo sábado, o Timão recebe a Ponte Preta, enquanto o Glorioso pega o Atlético-MG, no domingo, no Nilton Santos. Antes, no entanto, a equipe de Jair viaja a Montevidéu para enfrentar o Nacional-URU, na quinta, pelas oitavas da Libertadores.



João Paulo observa Bruno Silva dar o carrinho em Jô (Foto: Marcos Ribolli)


Goleiros apenas observam

O jogo começou com um desenho claro. Com um time misto, fora de casa, contra o líder do campeonato, o Botafogo decidiu esperar. E deu o campo para o Corinthians. A estratégia, em partes, deu certo. O Timão ficou com a bola, teve volume de jogo e chegou a ter 77% de posse. Chances, porém, foram raras. A equipe paulista tentava, e o Glorioso afastava. A primeira finalização da partida ocorreu somente após 27 minutos, em cabeçada por cima do gol de Jô. Alguma emoção, apenas nos minutos finais da primeira etapa. O Botafogo teve a chance de sair na frente com João Paulo, que escorou rente à trave cruzamento de Bruno Silva. Nos acréscimos, o Corinthians respondeu com bom chute de Maycon, que passou pertinho do gol de Gatito.



Arbitragem marcou pênalti de Marcelo em Arana em falta fora da área. Gatito defendeu cobrança de Jô (Foto: Marcos Ribolli)


Gatito defende (quase) tudo; Jô decide

O Corinthians retornou do intervalo com Marquinhos Gabriel no lugar de Gabriel, mas não foi a única mudança. O time voltou com outra atitude e partiu para cima do Botafogo. Só deu Timão. Com menos de cinco minutos, Rodriguinho teve duas boas chances, mas parou em Gatito. Aos sete, o paraguaio voltaria a ser protagonista. Marcelo derrubou Arana fora da área, mas o Rodolpho Toski Marques errou e marcou pênalti. Jô cobrou mal, e Gatito defendeu. A defesa esfriou a Arena, mas não desanimou a equipe paulista.


O Botafogo raramente passava do meio de campo. As principais oportunidades do Corinthians, no entanto, geralmente eram em jogadas de bola parada. Mas de tanto insistir, o Timão à vitória. Após sensacional jogada do jovem Pedrinho, que acabara de entrar, Gatito pegou chutes dois chutes à queima-roupa, mas não conseguiu segurar a terceira finalização, de Jô. Placar justo pela perseverância, uma vez que a equipe carioca sequer finalizou na etapa final.


Fonte: GE/Por GloboEsporte.com, São Paulo

Rodada #11: tudo o que você precisa saber sobre Corinthians x Botafogo


Embalado após vitória sobre o Grêmio, fora de casa, líder do Campeonato Brasileiro recebe o Alvinegro carioca, que tenta se recuperar. Arena em Itaquera deve receber mais de 40 mil pessoas





(Foto: GloboEsporte.com)



O JOGO

Líder do Brasileirão, o Corinthians recebe o Botafogo, neste domingo, às 16h (de Brasília), embalado pela vitória do último domingo sobre o Grêmio, segundo colocado, e também pela invencibilidade de 24 jogos, que já dura mais de três meses. Já o Alvinegro carioca, que está no sétimo lugar, tenta se reabilitar da derrota sofrida para o Avaí, no Engenhão, e para o Atlético-MG, na Copa do Brasil. As equipes estão separadas por 11 pontos na classificação do campeonato.


A arena do Timão, em Itaquera, deve ter mais de 40 mil pessoas para este duelo, que é válido pela 11ª rodada da competição.


Transmissão: TV Globo para RJ, RS, SC, PR, GO, TO, MS, MT, BA, SE, PB, PI, PA, AM, RO, AC, RR e AP (com Luis Roberto, Juninho Pernambucano e Renato Marsiglia), Premiere para todo o Brasil (com Odinei Ribeiro e Wagner Vilaron), e o GloboEsporte.com acompanha em TempoReal com vídeos.



(Foto: )


Corinthians - técnico: Fábio Carille

Apesar de desgastado pela difícil sequência de jogos e a viagem à Colômbia, onde enfrentou o Patriotas, na quarta-feira, o Timão deve ter força quase máxima neste domingo. O único desfalque será o atacante Romero, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. No lugar dele jogará Clayson, que fará sua segunda partida como titular do Corinthians. Poupados na partida da Copa Sul-Americana, Guilherme Arana, Maycon, Jadson e Jô voltam à equipe, assim como Gabriel, que cumpriu suspensão contra o Grêmio.


Pendurados: Fagner, Rodriguinho, Gabriel e Marquinhos Gabriel.


Quem está fora: Danilo e Mantuan (machucados); Vilson (em recuperação física); Romero (suspenso).



(Foto: Globoesporte.com)


Botafogo - técnico: Jair Ventura

Embora reconheça o desgaste de disputar três competições paralelas, Jair alegou que não tem condições de poupar o time com o elenco enxuto e levou força máxima para São Paulo a cinco dias da decisão pelas oitavas de final da Libertadores. Mas a tendência é que alguns dos titulares mais desgastados fiquem no banco, como Roger e Pimpão. A novidade do dia deve ser a estreia do meia Marcos Vinícius, ex-Cruzeiro. O jovem, de 22 anos, deve começar no banco e entrar na etapa final.


Pendurados: Bruno Silva e Igor Rabello.


Quem está fora: Gustavo Bochecha, Jonas, Marcinho, Airton, Pachu e Matheus Fernandes (machucados)



(Foto: Globoesporte.com)




(Foto: )

Rodolpho Toski Marques (PR-Fifa), auxiliado por Bruno Boschilia (PR-Fifa) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR).


Fonte: GE/Por Globoesporte.com, São Paulo