segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Plantão médico: Botafogo tem 17 dias para recuperar machucados para Libertadores


Carli, Victor Luís, Marcos Vinícius e Gilson serão reavaliados na volta ao Rio. Matheus Fernandes e Leandrinho não devem ser problema. Argentino é quem mais preocupa



O Botafogo tem muito a comemorar após a vitória fora de casa contra o Bahia, mas também há motivos para preocupação. Carli, Marcos Vinícius e Victor Luis se queixaram de dores musculares e foram substituídos. O trio será examinado no retorno ao Rio de Janeiro.


Além deles, Gilson recebeu uma cotovelada de Maikon Leite, sangrou em campo, mas seguiu na partida. Matheus Fernandes e Leandrinho ficaram no Rio em tratamento. A boa notícia é que o Botafogo terá duas semanas até o próximo jogo, contra o Flamengo, em 10 de setembro. E serão 17 dias até a primeira partida contra o Grêmio (13/9) pela Libertadores. Jair Ventura, no entanto, lamentou.


- Perdi três jogadores por lesão. Esses dias que vamos ter agora poderiam ser de preparação para a equipe, mas aí você já perde três peças. Fora o Gilson com um problema no nariz também. Então é complicado - disse o treinador do Botafogo.



Joel Carli deixou o jogo ainda no primeiro tempo (Foto: Raul Spinassé/A Tarde/Futura Press)


Veja caso a caso

Carli: aparentemente, a situação do zagueiro é a mais preocupante. O argentino sentiu dores no músculo posterior da coxa direita no primeiro tempo e foi substituído com muitas dores. Ele chorou no banco de reservas.


- Ele vai ser reavaliado, passar por uma situação de imagem que a gente faz. Espero que não seja (lesão), mas é difícil. Quando jogador sai assim é difícil que não seja uma coisa séria, que possa tirá-lo dos próximos jogos – disse Jair Ventura.



Marcos Vinícius: sentiu incômodo no adutor da perna direita e foi substituído por Guilherme no intervalo em Salvador. Também preocupa.


Vitor Luis: sentiu dores na coxa esquerda no segundo tempo e foi substituído por Gilson. Ele terá mais tempo para se recuperar, já que foi expulso no jogo de volta contra o Nacional. Aparentemente, seu caso é mais simples. Saiu mancando, porém, andando. Não precisou de maca. Será examinado.


Gilson: recebeu uma cotovelada de Maikon Leite. Terminou a partida, mas levou a mão ao nariz até o fim do jogo.



Tornozelo tirou Matheus Fernandes do jogo contra o Bahia, mas volante não deve ser problema para a sequência (Foto: Arquivo Pessoal)


Matheus Fernandes: com o tornozelo inchado por conta de dura entrada de Cuéllar na quarta passada, ficou fora da viagem a Salvador. O local já desinchou bastante, e o volante não deve ser problema para os próximos jogos.


Leandrinho: sentiu um desconforto na coxa contra o Flamengo e também não viajou. No entanto, não tem lesão e não será problema para a sequência.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar e Thiago Lima, Rio de Janeiro