segunda-feira, 17 de julho de 2017

ATUAÇÕES: Guilherme decide outra vez, e Bota vence Sport em casa


Assim como no confronto pela Copa do Brasil, atacante sai do banco de reservas e marca mais uma vez diante dos pernambucanos, garantindo a sexta colocação ao Glorioso



Guilherme foi o cara do Botafogo, mais uma vez, diante do Sport Luciano Belford/AGIF

Se os torcedores do Sport terão pesadelo com algum jogador em 2017, este é o atacante Guilherme. Na Copa do Brasil, o jovem decidiu o triunfo por 2 a 1, no Nilton Santos, desta vez ele voltou a ser o grande algoz. Do banco de reservas, e com atuação que mudou a partida, Guilherme mais uma vez decidiu e garantiu a nova vitória sobre o time de Pernambuco pelos mesmos 2 a 1. Roger, autor de um belo passa, foi outro grande destaque do Glorioso, assim como Rodrigo Lindoso, que fez o primeiro.

Do lado do Sport, Rithelly, com seu gol, foi o melhor em campo, além do goleiro Agenor, que fez boas defesas. Vanderlei Luxemburgo até escalou bem sua equipe, que não resistiu ao poder do Botafogo no Niltão. Veja as notas da partida.


BOTAFOGO

​6,0
Jefferson
Algumas saídas importantes do gol, mas sem nenhuma defesa decisiva. Na bola de Richely, sem chances, tendo salvado antes chute de Durval.
5,5
Arnaldo
Jogou durante 15 minutos, antes de sair lesionado. No pouco tempo em campo, não teve uma participação decisiva. Vira dúvida para sequência.
5,5
Joel Carli
Pelo alto, o argentino foi bem. No chão, sofreu com os espaços para jogar do time do Sport. Deu a assistência de cabeça para o gol de Lindoso.
6,5
Igor Rabello
Alguns cortes importantes, principalmente quando exigido no individual. Voltou ao time titular e vem engatando uma boa sequência na equipe.
5,5
Gilson
Cruzamento importante no gol de Rodrigo Lindoso. Contudo, deixava muitos espaços atrás, que eram aproveitados pelos pernambucanos.
6,5
Rodrigo Lindoso
Oportunismo para se movimentar na área no gol inaugural onem. No seu papel de volante, ficou encarregado de marcar Diego Souza na partida.
5,5
Matheus Fernandes
Bons desarmes, com vitalidade na marcação. Falta ao jovem precisão e tentar ser mais ousado na hora de articular o jogo pela equipe.
6,0
João Paulo
​Fez um primeiro tempo sumido, mas foi outro na etapa final, Articulou, acertou o travessão de Agenor e se desdobrou na marcação no final.
5,5
Marcos Vinícius
Diversas vezes desarmado, não repetiu a boa exibição do clássico contra o Flu. Mesmo assim, não se omitia e tentava puxar o ataque do Botafogo.
6,5
Rodrigo Pimpão
Foi quem mais finalizou pelo Botafogo no jogo. Em duas delas, parou em boas defesas de Agenor. Na outra, passou perto do ângulo. É caprichar.
6,5
Roger
Linda assistência para Guilherme no gol que garantiu a vitória. Tem buscado sair mais da área nos últimos jogos e foi recompensado ontem.
6,0
Luis Ricardo
Depois de dez meses, voltou a entrar em campo e, dentro das limitações pela falta de ritmo, fez um jogo correto e seguro. Foi ovacionado no final.
7,0
Guilherme
O grande herói da vitória. Entrou e voltou a marcar contra o Sport, em projetada pela esquerda e finalização com o pé ruim para vencer Agenor.
5,5
Leandrinho
​Entrou e ajudou no combate e ocupação de espaços do meio-campo na pressão final dos rubro-negros. Vem se adaptando a função recuado.
6,5
Jair Ventura
Mais uma boa vitória de sua equipe, que consegue uma sequência no Brasileiro. Dentro de suas características, a equipe criou boas chances.

SPORT

​6,0
Agenor
Defesas importantes em finalizações de Pimpão. Sem culpa nos gols.
4,5
Samuel Xavier
Fez a falta no gol inicial e tomou nas costas no segundo. Mal
5,0
Henríquez
Pecava pela lentidão, sofrendo com o pivô de Roger no jogo.
5,5
Durval
Foi mais firme dentro do combate de jogo que o companheiro.
5,5
Sander
Mais preso na defesa, não chegou a sofrer pelo seu lado de campo.
6,5
Patrick
Controle e boa distribuição dos passes na região central do campo.
6,5
Rithely
Fez o gol rubro-negro. Era perigoso quando se projetava no ataque.
6,0
Everton Felipe
Aberto pela direita, deveria ter buscado mais o jogo.
5,0
Mena
Muito apagado na função de ponta. Saiu ainda no intervalo da partida.
5,5
Diego Souza
Teve lampejos de muita técnica, mas sumido no geral.
5,0
André
Na única chance limpa que teve, perdeu a chance no primeiro tempo.
5,0
Lenis
Entrou para dar velocidade aos lados. Mas foi pouco visto na etapa final.
5,5
Thallyson
Manteve-se regular e não comprometeu no setor do meio-campo.
5,5
Juninho
Entrou nos minutos finais e não teve oportunidade para concluir a gol.
6,5
Vanderlei Luxemburgo
Apesar do revés, o Sport está evoluindo bem. Foi superior em parte do primeiro tempo.


Fonte: Lancenet/Vinícius Britto - Rio de Janeiro (RJ)

Botafogo vence, quebra sequência do Sport e entra na zona da Libertadores


No Nilton Santos, Alvinegro derrota a equipe pernambucana por 2 a 1 e sobe para sexto. Pernambucanos vinham de quatro vitórias consecutivas





No duelo por uma vaga no G-6, o Botafogo levou a melhor sobre o Sport, venceu por 2 a 1 no Nilton Santos, e entrou na zona de classificação da Libertadores. Em jogo animado, o Alvinegro venceu com gols de Lindoso e Guilherme. O Sport, que teve a sequência de quatro vitórias interrompida, descontou com Rithely.


Com a segunda vitória consecutiva, o Botafogo deu um salto na tabela. Chegou aos 22 pontos, passou o próprio Sport e chegou à sexta colocação. O Leão pernambucano, por sua vez, caiu duas posições e agora é 8º, com 21 pontos.


Após dois jogos no Rio de Janeiro, o Botafogo terá dois jogos fora em sequência. Na quinta enfrenta o Atlético-PR, em Curitiba. Em seguida visita o Atlético-GO, em Goiânia. O Sport, por sua vez, terá duas partidas no Recife: Atético-GO (quinta) e Palmeiras (domingo).



Rodrigo Lindoso marcou no primeiro minuto de jogo (Foto: André Durão)


Muita gente que deixou para entrar em cima da hora perdeu um início de jogo animado. No primeiro minuto o Botafogo saiu na frente, em lance polêmico. Gilson cobrou falta, Carli ajeitou de cabeça, e Lindoso mandou para a rede. A bola ainda desviou em Roger, em posição irregular. A festa no Nilton Santos, no entanto, durou pouco. Aos 7, Duval chutou cruzado, Jefferson defendeu parcialmente, mas Rithely empatou. O jogo continuou empolgante. André quase virou em chute rente à trave. O Alvinegro, que perdeu Arnaldo com dores e teve a volta de Luis Ricardo após 10 meses, apostava nos contra-ataques e teve oportunidade com Pimpão e Marcos Vinícius.


O segundo tempo começou num ritmo mais cadenciado, mas nem por isso o jogo esfriou. João Paulo quase marcou no início em cobrança de falta. O Botafogo era melhor, tinha volume, mas pouca criatividade. Destaque contra o Fluminense, Marcos Vinícius teve atuação apagada. Tanto que deu lugar a Guilherme. E foi justamente o atacante que deu a vitória ao Alvinegro. Após belo passe de Roger – um dos nomes do jogo -, Guilherme chutou cruzado para marcar o segundo. O Botafogo ainda teve boas chances em cabeçada de Pimpão (defendida por Agenor) e em chute no travessão de João Paulo.

Fonte: GE/Por GloboEsporte.com, Rio de Janeiro

Rodada #14: tudo o que você precisa saber sobre Botafogo x Sport


Confiante após vencer o Fluminense, Alvinegro recebe o embalado Sport, que vem de quatro vitórias. Duelo vale vaga na zona de classificação para a Libertadores



(Foto: Infoesporte)


Embalados por bons resultados, Botafogo e Sport fecham a 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, na noite desta segunda-feira, às 20h, no Nilton Santos. O duelo também vale uma vaga no G-6 – zona de classificação para a Libertadores.


Com 19 pontos, na 11ª colocação, o Botafogo se recuperou na última rodada e ganhou confiança com a vitória no clássico contra o Fluminense. Um novo triunfo nesta noite levaria o time de Jair Ventura à sexta colocação.


Neste caso, o Botafogo passaria o próprio Sport. Em sexto, com 21 pontos, a equipe de Vanderlei Luxemburgo passa por um grande momento, com quatro vitórias consecutivas. Caso consiga a quinta, o Leão pode terminar a rodada em terceiro.


Transmissão: SporTV (menos RJ), Premiere e PFCI (com Luiz Carlos Jr e Raphael Rezende)



(Foto: Infografia )


Botafogo – Técnico Jair Ventura


O Botafogo vai a campo com praticamente a mesma formação que venceu o Fluminense. A única mudança será Gilson no lugar de Victor Luis, suspenso. Com lesão na coxa, Bruno Silva fica fora mais uma vez. Gatito segue fora, e o gol alvinegro terá Jefferson pelo terceiro jogo seguido.


Quem está fora: Gatito, Bruno Silva, Jonas, Marcinho, Bochecha e Airton (machucados); Victor Luís (suspenso)




(Foto: GloboEsporte)


Sport - Técnico: Vanderlei Luxemburgo


O Sport vem embalado para o jogo. Vive fase boa, série invicta e está na zona da Libertadores. Para manter o bom momento, porém, precisará driblar dois desfalques: o goleiro Magrão e o atacante Osvaldo, lesionados, não atuam. Agenor entra no gol - enquanto Diego Souza deve ser o substituto de Osvaldo. O meia, por sinal, está garantido como titular. Depois de ficar na reserva diante da Chapecoense, por conta da novela com o Palmeiras, o Camisa 87 foi confirmado por Luxemburgo para começar a partida.


Quem está fora: Magrão (lesão muscular na coxa direita), Osvaldo (lesão muscular na panturrilha direita), Anselmo (lesão muscular na coxa direita) e Ronaldo Alves (suspenso).




(Foto: GloboEsporte.com)




(Foto: Infografia )



Ricardo Marques Ribeiro (MG/FIFA) apita o jogo, auxiliado por Guilherme Dias Camilo (MG/FIFA) e Paulo Almeida da Costa (MG).


Fonte:  Por GloboEsporte.com, Rio de Janeiro