terça-feira, 25 de outubro de 2016

Bota abre negociações com Cruzeiro. "Vendo o que pode fazer", diz Neilton


Atacante ainda tem mais um ano de contrato em Minas, mas Alvinegro tenta cartada e procura empresário do jogador, que não esconde desejo: "Espero que dê tudo certo"



Neilton é o jogador que mais entrou em campo
 pelo Botafogo em 2016: 49 partidas
(Foto: Marcelo Baltar)
O Botafogo quer ficar com Neilton para disputar a Libertadores em 2017. A diretoria já procurou o empresário do jogador, Hamilton Bernard, para abrir negociações com o Cruzeiro, clube onde o atacante tem mais um ano de contrato. A multa rescisória é alta, mas valores não foram revelados, e a Raposa não aceitaria um novo empréstimo para não perder o atleta de graça ao fim do vínculo. A negociação é considerada difícil, mas não impossível.


Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, Neilton admitiu que os contatos entre as diretoria já começaram. E o atacante não esconde qual é o seu desejo.


– Já está sendo conversado. Prioridade é do Botafogo, está vendo o que pode fazer para me manter. Espero que dê tudo certo e eu fique. É inexplicável. A minha felicidade fala tudo. Passei momentos de dificuldades. Aqui no Botafogo reencontrei minha felicidade, meu futebol e espero dar continuidade a esse trabalho.


Neilton faz parte da base do time que o Botafogo quer manter para a Libertadores. A classificação ainda não está garantida, mas faltando seis rodadas as chances são boas: segundo o matemático Tristão Garcia, há 88% de probabilidade de terminar no G-6. E o atacante sonha alto com o principal torneio da América do Sul.


– Penso em levar o Botafogo o mais longe possível na Libertadores, quem sabe brigar pelo título? O Botafogo é um clube grande e tem que brigar por coisas boas.


Ao lado de Bruno Silva, Neilton é o jogador que mais entrou em campo pelo Botafogo em 2016: foram 49 partidas. Ao todo, o atacante que chegou a General Severiano no meio do ano passado tem 67 jogos e 18 gols pelo clube, onde pela primeira vez na carreira teve uma maior sequência.


Fonte: Por Marcelo Baltar e Thiago Lima/Rio de Janeiro

Ex-jogadores Mendonça e Sandro participam dos 9 anos da Amapáfogo


Torcida organizada do Botafogo no Amapá vai comemorar aniversário no dia 5 de novembro. Ingressos estão no valor de R$ 20




MENDONÇA E SANDRO

Ex-jogadores Mendonça e Sandro estarão no Amapá para o aniversário da Amapáfogo (Foto: Thales Soares; Cezar Loureiro)

Uma das mais tradicionais torcidas organizadas do estado, a Amapáfogo, completou 9 anos de existência no dia 21 de julho. Não houve parabéns na época, mas isso não quer dizer que os torcedores esqueceram. No dia 5 de novembro será feita a comemoração com a presença dos ex-jogadores Mendonça e Sandro, que fizeram história no Botafogo.


O ótimo clima vivenciado pelo alvinegro, que tem chances de conquistar vaga para a Copa Libertadores em 2017, também chegou no Amapá. Animados, os torcedores fazem questão de prestigiar os ex-craques do time do coração.


De acordo com os organizadores do evento, mais de 300 ingressos já foram vendidos. Ainda há entradas disponíveis no valor de R$ 20. A festa será em um hotel na orla de Macapá com música, a escolha da musa da Amapáfogo e a famosa 'Feijoada do Fogão'. A festa encerrará com o jogo entre Flamengo e Botafogo marcado para o mesmo dia.

Quase 300 ingressos já foram vendidos para o evento (Foto: Divulgação/Amapafogo)

A direção do Amapáfogo é conhecida por levar centenas de fanáticos pelo alvinegro para os eventos nacionais e internacionais do clube, e também por aproximar nomes que fizeram história no alvinegro com a torcida local.


Nas outras edições do aniversário da entidade vieram o ex-presidente do Botafogo, Mauricio Assunção, os ex-jogadores Túlio Maravilha, Marcelo Gonçalves e Mauro Galvão e na época, a musa do clube carioca, Monaliza Quintes.

Torcida organizada do Botafogo irá comemorar o 9º aniversário (Foto: Divulgação/Amapafogo)


MENDONÇA E SANDRO

Mendonça atuou no período de jejum de títulos do Botafogo (que durou de 1968 a 1989), mas alcançou números expressivos: participou de 340 jogos e marcou 116 gols, o mais famoso deles sobre o Flamengo, em 1981. Deu um drible desconcertante em Junior e concluiu, contribuindo para a vitória por 3 a 1 e a classificação para a semifinal do Brasileiro na época. Em 2008, o Botafogo lançou uma camisa retrô de Mendonça.


Sandro jogou por seis anos no Botafogo. Sofreu com o rebaixamento do time para a Série B em 2002, e é sempre lembrado por ter quebrado uma porta na comemoração do retorno à elite do futebol brasileiro no ano seguinte. Famoso pelos potentes chutes de fora da área, o ex-zagueiro conquistou a torcida do Glorioso pela garra que sempre demonstrou em campo.


Serviço
Crianças até 12 anos não pagam ingressos para a festa de aniversário da Amapáfogo que podem ser adquiridos na sede da torcida organizada, que fica na Rua São José, nº 940, no bairro Laguinho, Zona Central de Macapá. Informações: (96) 99107-0865 / 98114-8128.


Para ler mais notícias do Globo Esporte Amapá, clique em globoesporte.globo.com/ap. Siga também o GE AP no Twitter.


Fonte: GE/Por GloboEsporte.comNacapá, AP

Jair Ventura diz que foi reprovado por Tite em um teste e brinca: "Visionário"


Ainda como jogador, técnico do Botafogo tentou jogar no Caxias, que era treinado pelo comandante da Seleção. Treinador afirma que ainda é cedo para falar em Libertadores



Aos 37 anos, Jair Ventura tem no Botafogo a sua primeira oportunidade como técnico de uma equipe profissional. Como jogador, ele passou por clubes como Bangu, Mesquita, além de se arriscar no futebol internacional, em equipes de França, Grécia e Gabão. Ao voltar ao Brasil, em 2000, ele passou por um período de testes no Caxias, que era treinador por Tite, atual treinador da Seleção. O contato com o comandante do Brasil foi breve, já que Jair foi reprovado e não assinou com o clube do Rio Grande do Sul.


Em entrevista ao "Bem, Amigos!" desta segunda-feira, o treinador do Botafogo elogiou o Tite e não mostrou mágoa pela reprovação. Jair Ventura brincou e disse que o técnico da Seleção o ajudou a seguir a carreira de técnico de futebol mais rapidamente.


- O Tite foi meu treinador no Caxias do Sul em 2000. Eu tinha voltado da França para fazer teste e ele acabou me reprovando. Ele me ajudou na minha carreira como treinador (...). Um grande visionário. Hoje eu estou aqui e ele me ajudou.


Apesar da quinta colocação do Botafogo no Campeonato Brasileiro, Jair Ventura ainda vê o clube na Taça Libertadores do próximo ano. O treinador quer manter o time concentrado na reta final da Série A para garantir uma vaga no torneio continental.


- É uma competição muito difícil. Eu acho que o Botafogo ainda não está na Libertadores. Precisamos ir jogo a jogo, vamos tentar classificar é lógico. Mas ainda é muito cedo para falar em Libertadores, em elenco é muito cedo para falar em Libertadores, para a Libertadores.


Com 53 pontos, o Botafogo está na quinta posição do Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, o Alvinegro recebe o Coritiba, 14º colocado, com 38, no Estádio Luso-Brasileiro. O duelo será disputado no próximo sábado.

 
Jair Ventura relembra quando foi reprovado por Tite em um teste no Caxias (Foto: Reprodução SporTV)

Fonte: GE/Por SporTV.comRio de Janeiro

Empresário assume carreira de Sidão, prioriza Botafogo e revela sondagens


Fábio Mello passa a negociar renovação do goleiro com o clube carioca, que oferece mais um ano de vínculo. Antes, conversas da diretoria eram diretamente com jogador



Abre o olho! Botafogo já negocia para
manter Sidão em 2017 (Foto: Vitor Silva
 / SSPress / Botafogo)
O bom momento e a grande visibilidade levaram Sidão a procurar um profissional para ajudá-lo na gestão de sua carreira. Fábio Mello, empresário de jogadores como Réver (Flamengo) e Victor (Atlético-MG), acertou recentemente com o goleiro do Botafogo e assumiu as rédeas das conversas de renovação com o clube carioca.


Sidão, que vinha conversando pessoalmente com o gerente Antônio Lopes, tem contrato com o Audax até o término do Campeonato Paulista e está emprestado ao Botafogo até dezembro. Em um primeiro momento, o clube carioca ofereceu um novo vínculo de um ano. O goleiro planeja renovar até o fim de 2018. Segundo o empresário, Sidão recebeu sondagens, mas a prioridade é do clube carioca.


– Os resultados conquistados não são por acaso. O fato de ser o melhor goleiro do segundo turno gera muita especulação e interesse de vários clubes, mas o objetivo agora é manter o foco total nesta reta final de Campeonato Brasileiro. Vamos dar a tranquilidade necessária para ele buscar as melhores oportunidades, mas é claro que a preferência é do Botafogo por ter acreditado no Sidão desde o início – disse Fábio Mello.


O Botafogo planeja renovar logo com o goleiro, não quer arrastar as tratativas, mas evita falar em negociações no momento em que o clube está buscando uma vaga na Libertadores. Sidão, no entanto, não esconde que seu desejo é seguir em General Severiano.


– Sempre falei da minha vontade de renovar com Botafogo, todos sabem do meu carinho pelo clube. Mesmo com o contrato terminando em dezembro, meu foco é classificar o clube para Libertadores para que 2017 seja novamente um grande ano – afirmou Sidão.


Contratado em maio após se destacar na campanha que terminou com o vice-Campeonato Paulista pelo Audax, Sidão chegou a General Severiano para suprir a ausência de Jefferson. Rapidamente conquistou a titularidade e o carinho do torcedor alvinegro. Desde então, disputou 29 jogos e sofreu 34 gols.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar e Thiago Lima/Rio de Janeiro