sábado, 19 de março de 2016

Botafogo ostenta marca de 100% de aproveitamento atuando no Los Larios


Estádio recebe o duelo contra o Madureira, neste domingo, pela segunda rodada da Taça Guanabara. Em quatro jogos, Alvinegro sofreu apenas dois gols e marcou nove




Gervásio "Yaca" Núñez marca para o Botafogo
Apesar de pouco visitado pelo Botafogo na história, o Estádio de Los Larios, em Xerém, distrito de Duque de Caxias, funciona como uma espécie de amuleto para o Alvinegro. O clube jamais perdeu pontos atuando no estádio que fica na terra de Zeca Pagodinho - botafoguense ilustre, diga-se de passagem. São quatro jogos, quatro vitórias. E vai justamente ser lá o palco do jogo contra o Madureira, neste domingo, pela segunda rodada da Taça Guanabara. Dados interessantes para um clube que carrega uma alma carregada de superstição.


Agarrar-se ao bom retrospecto no estádio também é um elemento a mais de motivação. Vale lembrar que o empate na estreia do segundo turno do Carioca transformou a vitória neste domingo em elemento importante nesta fase de tiro curto do estadual. As vítimas do Botafogo atuando em Los Larios foram o Mesquita (2009), Tigres - dono da casa (2009), Bangu (2015) e Macaé (2016).





Ao todo, o Botafogo marcou nove vezes e sofreu apenas dois gols, ambos na partida contra o Tigres. Os artilheiros alvinegros em Los Larios são duas figuras folclóricas do passado recente: Victor Simões e Bill, com dois gols cada. A lista também tem Reinaldo, Juninho - com uma bomba, para variar - Gabriel, Jobson e, mais recentemente, Gervásio "Yaca" Núñez.


Embora já conheça o local, esta será a primeira vez que o Botafogo vai atuar como mandante no estádio. Distante 48km da capital carioca, Los Larios é uma opção interessante em jogos contra o pequenos por poupar o elenco de uma viagem desgastante. A bola rola para o confronto contra o Madureira neste domingo, às 18h30 (horário de Brasília). O Alvinegro é o quarto colocado da Taça Guanabara.


Por Chandy Teixeira/Rio de Janeiro/GE