sábado, 27 de agosto de 2016

De volta à fila, Carli deve mudar "fama" para reconquistar espaço no Botafogo


Ex-titular e xodó da torcida, argentino é conhecido por ir bem nos jogos e não tão bem nos treinos, mas Jair avisou que chance vai aparecer nos treinamentos: "Meritocracia"




Carli vai precisar melhorar desempenho nos treinos
 para ganhar vaga (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)
A torcida do Botafogo tem estranhado um fato: nos últimos dois jogos, Carli ficou no banco do Botafogo diante de São Paulo e Sport. Nas redes sociais, são comuns questionamentos do por que ele não tem jogado se já está recuperado dos problemas físicos. Após surpreender com grandes atuações no primeiro semestre, o argentino virou xodó dos alvinegros e é o único dos gringos a cair nas graças dos torcedores. Porém, o longo período ausente por conta de lesões o fizeram perder espaço. E Jair Ventura já avisou: para reconquistar sua vaga, terá que fazer por onde convencê-lo. Por enquanto, não pretende mexer na dupla com Renan Fonseca e Emerson que deu resultado.


– Nós temos dois jogos sem sofrer gol, então não tem porque mexer. A situação do Carli também foi por conta da lesão, ele perdeu a posição e agora está esperando o momento de retornar. Eu estou muito satisfeito com os jogadores que vêm jogando, então o momento é de esperar. Não só ele como todos, esperar e buscar o espaço dentro dos treinos. Meritocracia, aquele que estiver melhor vai jogar – argumentou o comandante.


LEIA TAMBÉM:
Qué pasa? Aposta para 2016, estrangeiros estão em baixa no Bota


O problema é que, se o espaço tem que ser conquistado nos treinamentos, Carli vai precisar mudar a sua "fama" em General Severiano. Desde que chegou ao clube, assustou a comissão técnica nos treinos. Então treinador alvinegro, o ex-zagueiro Ricardo Gomes admitiu que ficou preocupado por ele não demonstrar segurança, em compensação quando foi escalado transformou a opinião e parou Fred, Guerrero, Nenê... Sabe aquela história de que treino é treino e jogo é jogo? Foi assim que o próprio argentino se defendeu ao ser questionado sobre o tema.Deu a entender que não pode disputar com a mesma intensidade contra companheiros.


Carli desembarcou no Rio de Janeiro sob desconfiança. A chance no time surgiu quando Renan Fonseca se machucou e, ao entrar em campo, rapidamente conquistou a torcida e seu espaço na equipe. O argentino fez um excelente estadual, mas não conseguiu dar sequência ao trabalho por conta de constantes problemas musculares. Com status de xerife e capitão na ausência de Jefferson, ele teve seu contrato renovado até 2018, porém, participou de apenas dois jogos no Campeonato Brasileiro. Ao todo, o xerife disputou 16 partidas e fez dois gols pelo Alvinegro.


Fonte: GE/Por Thiago Lima/Niterói, RJ