sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Camisa branca? Bota abre exceção, e time voltará a usar cor neste domingo


Clube cria uniforme especial para campanha da ONU, em combate à violência contra mulheres, que será usado diante do Figueirense. Peça a princípio não estará à venda



Camisa que será usada pelo Botafogo na
 partida contra o Figueirense (Foto: Divulgação)
Botafogo de camisa branca? Os torcedores que curtem vão poder matar a saudade neste domingo, no jogo contra o Figueirense, às 17h (de Brasília) no Orlando Scarpelli, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Isso porque o clube abriu uma exceção e criou, em parceria com a "Topper", um uniforme predominantemente desta cor para abraçar uma campanha das Organização das Noções Unidas (ONU), de combate à violência de homens contra mulheres. Os jogadores vão entrar em campo com uma faixa de apoio à ação, chamada "He For She" (Eles Por Elas), e jogarão com o modelo somente nesta partida. A peça, a princípio, não será comercializada.


O Botafogo não tem mais camisas predominantemente brancas em suas linhas de jogo desde agosto do ano passado, quando aposentou a cor que tinha destaque em seu terceiro modelo desde a gestão de Maurício Assumpção. Atual presidente, Carlos Eduardo Pereira trocou o tom pelo cinza em seu primeiro ano de mandato e explicou na época porque é contra a cor nos uniformes alvinegros.


– Um time que joga todo de branco é o Santos, o São Cristóvão, não o Botafogo. O protocolo de fusão de Clube de Regatas Botafogo e o Botafogo Futebol Clube determina que as cores do Botafogo de Futebol e Regatas são preto e branco, e não o contrário. A ênfase do futebol é no preto, isso é histórico. Então escolhemos o terceiro uniforme em tom de cinza – argumentou CEP na época do lançamento dos últimos uniformes da Puma, antiga fornecedora do clube.


Curiosamente, desde que trocou de fornecedor esportivo e lançou suas novas camisas, o Botafogo saiu derrotado nas três vezes em que jogou de cinza: 5 a 3 para o Atlético-MG, 1 a 0 para o Atlético-PR e 1 a 0 para o América-MG. Há quem se recorde de um vexame também envolvendo a cor na camisa: em 2010, ao estrear seu novo uniforme cinza e preto, o Botafogo de Jefferson, Loco Abreu e companhia foi goleado por 6 a 0 para o Vasco no Carioca.


Fonte: GE/Por GloboEsporte.com/Rio de Janeiro