segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Bragantino exige pagamento à vista, e futuro de Alemão continua indefinido


Para adquirir 70% dos direitos do lateral-direito, Bota precisa investir R$ 600 mil. Imbróglio na negociação mantém Fluminense e Internacional atentos ao jogador



Alemão disputou dez partidas pelo Botafogo no Brasileirão
 (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)
O Botafogo fez a segunda proposta por Alemão, e o Bragantino recusou pela segunda vez. O time paulista não concordou com o pagamento parcelado de R$ 600 mil, valor acordado em contrato para ceder 70% dos direitos do lateral-direito. A prioridade do Alvinegro vai até 31 de dezembro e, com o imbróglio, Fluminense e Internacional, times com interesse no atleta, observam a negociação.


Desde o término do Brasileirão, o Bota abriu tratativas para manter Alemão. A primeira oferta, com valor inferior ao estipulado, foi negada pelo Bragantino. A tendência, agora, é de que uma terceira tentativa seja feita. Havendo acordo, o clube carioca tem um mês para efetuar o depósito.


Alemão chegou ao Alvinegro em setembro e disputou dez jogos, assumindo a titularidade após a lesão que tirou o titular Luis Ricardo do Campeonato Brasileiro. Além do lateral-direito, o Botafogo clube negocia com o Palmeiras a permanência de Victor Luís e aguarda a assinatura de contrato para confirmar Gilson, do América-MG. O goleiro Gatito Fernández, os meias João Paulo e Montillo e o atacante Roger já foram contratados.


Fonte: GE/Por Edgard Maciel de Sá/Rio de Janeiro