quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

A um passo do paraíso: contra Olimpia, Bota tenta concluir 1ª missão na Liberta


Após superar Colo-Colo e vencer o jogo de ida no Rio, Alvinegro reencontra time paraguaio, em Assunção, no último ato antes da desejada fase de grupos




Desde 11 de dezembro do ano passado não se fala em outro assunto no Botafogo: Libertadores, Libertadores e mais Libertadores. De volta após quatro anos, ir bem no torneio tornou-se uma obsessão. Vem dando certo. Nesta quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília), no Defensores Del Chaco, em Assunção, no Paraguai, o Alvinegro joga por um empate contra o Olimpia para avançar à fase de grupos e cumprir sua primeira meta na competição.

A vantagem é pequena (vitória por 1 a 0 no Rio), mas o fato de não ter sofrido gol no Rio de Janeiro é um grande aliado do Botafogo. O Alvinegro avança com vitória ou empate. Caso consiga ao menos um gol, avança até mesmo com uma derrota por um gol de diferença. Caso o Olimpia vença por 1 a 0, a vaga será decidida nas cobranças de pênaltis. Quem passar entra no Grupo 1, com Atlético Nacional (COL), Estudiantes (ARG) e Barcelona de Guayaquil (EQU).

Treino Botafogo Assunção Ednilson Sena (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)

- É um jogo muito importante, até por ser o ultimo (da Pré-Libertadores), para coroar a entrega desse grupo. Uma equipe que teve pouco tempo de preparação e passou pelo Colo-Colo, uma equipe muito qualificada, que nos deu muito trabalho. Agora temos mais um gigante da América pela frente. Um clássico, tudo pode acontecer, vamos fazer de tudo para passar. É uma final - descreveu Jair Ventura.


Caminho ingrato e mistério sem Montillo

O sorteio não foi generoso, e o Botafogo, desde o início do mês, vem superando obstáculos ingratos semanalmente. Foi assim contra o tradicional Colo-Colo e agora contra o gigante Olimpia, tricampeão da Libertadores. Tamanhas dificuldades fizeram Jair Ventura abrir mão do Campeonato Carioca, mas não de suas convicções. Além de deixar o artilheiro Sassá fora da relação, tomou atitudes incomuns e deixou peças importantes de fora, quando julgou necessário.

As lesões têm sido um obstáculo a mais. Nesta quarta-feira, por exemplo, Jair Ventura não contará com Montillo, principal contratação para a temporada. Com lesão na panturrilha, o argentinos sequer viajou para Assunção. Jonas, suspenso, é outro desfalque certo.

Artilheiro do Botafogo na Libertadores, Pimpão é a esperança de gols nesta quarta (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)

Mais uma vez o treinador adotou o mistério como arma para confundir o adversário. No gol, Helton Leite deve ser mantido, apesar da recuperação de Gatito. Marcelo é o favorito para assumir a vaga de Jonas, com Carli retornando ao time titular. João Paulo será o substituto de Montillo. Roger é o favorito para atuar ao lado de Pimpão, mas não será surpresa se Jair optar por Rodrigo Lindoso, reforçando o meio de campo e repetindo o esquema que deu certo contra o Colo-Colo, em Santiago.


Olimpia x Botafogo

Data e Local: quarta, às 21h45, no Defensores Del Chaco, em Assunção, no Paraguai

Provável escalação: Helton Leite (Gatito), Marcelo, Carli, Emerson Siva, Victor Luis; Airton, Bruno Silva, João Paulo, Camilo, Pimpão e Roger (Lindoso).
Desfalques: Jefferson, Luis Ricardo e Montillo (DM); Jonas (suspenso)
Arbitragem: o trio de arbitragem é chileno. Julio Bascuñan apita o jogo, auxiliado por Christian Schiemann e Marcelo Barraza
Transmissão: TV Globo para RJ, MG (Juiz de Fora, Uberaba, Uberlândia e Ituiutaba), ES, GO, TO, MS, MT, SE, AL, PB, RN, PI, MA, PA (menos Santarém), AM, RO, AC, RR, AP e DF (com Luis Roberto, Junior, Juninho Pernambucano e Arnaldo Cezar Coelho) e SporTV (com Luiz Carlos Jr e Lédio Carmona)


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar/Assunção, Paraguai