terça-feira, 9 de maio de 2017

Com elenco inchado, Botafogo negocia para esvaziar grupo 2


Diretoria alvinegra tem encaminhada situações de empréstimos e rescisões com trio que não faz parte dos planos de Jair Ventura: Andreazzi, Dierson e Marquinho





Com 42 jogadores no plantel, incluindo os três da base que subiram provisoriamente para o profissional – Fernando Wenderson e Igor Cássio –, além dos jogadores no departamento médico, o Botafogo tenta reduzir o elenco e, consequentemente, sua folha salarial. A começar pelo grupo 2, dos atletas que não fazem parte dos planos da comissão técnica de Jair Ventura: os volantes Andreazzi e Dierson e o meia Marquinho. A diretoria busca negociá-los e já tem situações adiantadas com cada um deles.



Andreazzi ao lado de Pachu no lançamento dos novos uniformes (Foto:VitorSilva/SSPress/Botafogo)


Dierson postou foto na última segunda embarcando para
 a Europa (Foto: Reprodução)


Sem jogar desde 2015, Andreazzi vem treinando diariamente no Estádio Nilton Santos em horários alternativos, no período oposto às atividades do elenco, e no último sábado serviu até de modelo no lançamento dos novos uniformes do clube. Após uma rápida passagem em 2016 pela Cabofriense, onde teve uma grave lesão no joelho e por isso sequer estreou, o volante agora negocia um empréstimo com o Tupi, de Minas Gerais, para a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro que se inicia sábado. Aos 23 anos, ele tem contrato no Botafogo até dezembro.

Dierson, por sua vez, vinha sendo usado no ano passado, mas nesta temporada perdeu espaço e acabou emprestado ao Macaé para o estadual. Porém, não agradou por lá e rescindiu o contrato ainda em março, retornando ao Botafogo e fazendo companhia a Andreazzi nos treinos separados do grupo. Agora, o volante será cedido de novo, só que desta vez para outro país. Aos 22 anos, ele está sendo negociado com um clube da Segundona da Dinamarca e até postou foto na segunda-feira embarcando para a Europa. Seu vínculo no Alvinegro vai até dezembro.



Após fim do empréstimo ao Macaé, Marquinho sequer vem treinando no Botafogo (Foto: Divulgação)


Do trio, Marquinho é o único do grupo 2 que vem mantendo a forma fora do clube e não participa do treinamento com Andreazzi e Dierson. Diferentemente dos outros dois afastados, que são crias da base, o meia foi contratado pelo Botafogo no ano passado, mas ficou menos de dois meses no clube. Foi emprestado para o Atlético-GO na Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado e para o Macaé no último Carioca. Agora, negocia outro empréstimo, mas não está descartada até mesmo a rescisão de contrato. Seu vínculo também acaba em dezembro.



Fonte: GE/Por Chandy Teixeira, Felippe Costa e Thiago Lima, Rio de Janeiro