sábado, 29 de novembro de 2014

Com presença do novo presidente, Bota se prepara para duelo com Peixe


Sem Jobson, Vagner Mancini dá ênfase às bolas paradas. Carlos Eduardo Pereira, novo mandatário, se apresenta ao elenco alvinegro



Neste sábado, no Engenhão, o último treino do Botafogo antes do duelo com o Santos, domingo, na Vila Belmiro, foi marcado pela exaustiva prática de bolas paradas. O técnico Vagner Mancini repetiu exaustivamente tanto as cobranças ofensivas quanto defensivas. Ronny e Régis foram os principais responsáveis.

O volante Bolatti, poupado na sexta-feira, treinou normalmente. A tendência, no entanto, é de que ele fique no banco de reservas e o jovem Andreazzi seja o titular. O Bota deve encarar o Santos com Jefferson, Régis, Dankler, André Bahia e Junior Cesar; Airton, Gabriel, Andreazzi e Ronny; Yuri Mamute e Bruno Corrêa. O atacante Jobson, com dores na coxa, não treinou e não deve fazer parte da delegação. Os jogadores ainda disputaram um recreativo no fim.

Botafogo treinou jogadas de bola parada neste sábado (Foto: Fred Huber)
Presidente eleito do Bota, Carlos Eduardo Pereira acompanhou a segunda metade do treino. Ao chegar, cumprimentou funcionários e conversou muito com novos integrantes da diretoria, como o vice de futebol Antonio Carlos Mantuano. O mandatário se apresentou ao elenco antes de o time seguir viagem para São Paulo.

O jogo contra o Santos será neste domingo, às 17h (de Brasília), na Vila Belmiro, e corre o risco de já entrar em campo rebaixado. Para que isto não ocorra, o Palmeiras não pode pontuar na partida contra o Internacional, no Beira Rio, e o Flamengo não pode perder para o Vitória, em Manaus. O Bota é o penúltimo colocado do Brasileiro com 33 pontos.

Por Fred HuberRio de Janeiro