quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Após exames, Daniel fica mais distante do Palmeiras e pode retornar ao Bota



Avaliado pelo Verdão, meia com lesão grave no joelho direito não deve fechar transferência e pode voltar ao clube carioca, com o qual rescindiu na Justiça






Daniel, ex-Botafogo, está mais distante de acertar com o Palmeiras, clube com o qual tinha acerto encaminhado. Os resultados dos exames realizados no atleta em São Paulo, na última terça-feira, não foram satisfatórios, e o mais provável é que o departamento de futebol alviverde desista da contratação. Isso porque o meia se recupera de uma grave lesão no ligamento cruzado do joelho direito, sofrida em setembro, e tem recuperação prevista para março. Ou seja, o Verdão teria de arcar com seus salários durante o período de inatividade. Assim, depois de deixar o clube carioca por meio de uma ação na Justiça, ele poderá retornar.

O meia rescindiu seu vínculo válido até 2017 com o Botafogo após conseguir uma liminar, alegando atraso no pagamento de salários e depósitos de FGTS. O clube carioca ainda tenta fazer uma reunião para reverter a situação, assim como fez com Gabriel.

Daniel começou o ano como titular e se lesionou no seu melhor momento da temporada. Depois de atuar no time sub-20 do Bota, ele foi promovido ao elenco profissional em 2013 pelo então técnico Oswaldo de Oliveira, agora no Palmeiras. Em 2014, ele fez 28 jogos e cinco gols.

Provavelmente sem Daniel, o Verdão tem asseguradas seis contratações para 2015: Zé Roberto (ex-Grêmio), o atacante Leandro (ex-Chapecoense), os volantes Amaral (ex-Goiás) e Andrei Girotto (ex-América-MG), o lateral-direito Lucas (outro ex-Botafogo, que também rescindiu com o Bota na Justiça) e o zagueiro Vitor Hugo (ex-América-MG).

Daniel fez exames no Palmeiras, mas não deve acertar com o clube paulista (Foto: Satiro Sodré / Botafogo)

Por Marcelo Hazan São Paulo/GE