terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Botafogo define vice-presidentes para gestão de Carlos Eduardo Pereira


Integrantes da nova equipe iniciaram gestão de Maurício Assumpção, mas deixaram diretoria e formaram grupo de ferrenha oposição




Antonio Carlos Mantuano será o vice-presidente de
futebol do Botafogo (Foto: Gustavo Rotstein)
Com uma semana da vitória nas eleições, a nova diretoria do Botafogo vai tomando corpo. Em reunião na noite da última segunda-feira, foram definidos os vice-presidentes, que ao lado de Carlos Eduardo Pereira e do vice geral, Nelson Mufarrej, comandarão o clube no próximo triênio. Até então, somente o futebol – Antônio Carlos Mantuano – e o jurídico – Domingos Fleury – haviam sido anunciados oficialmente.

Confira como ficaram as vice-presidências do Botafogo:

Futebol – Antônio Carlos Mantuano
Jurídico – Domingos Fleury
Finanças - Ivon Mendes
Administrativo – Anderson Simões
Patrimônio – Álvaro Antunes
Esportes Gerais – Alexandre Brito
Remo – Antônio Carlos Azeredo (Cacá)
Comunicação e Social – Márcio Padilha

Além disso, foi confirmado que Gustavo Noronha será diretor não remunerado de futebol. Ele trabalhará com Mantuano mais ligado à parte jurídica do departamento. A intenção é que o gerente Aníbal Rouxinol seja mantido.

Além de Gustavo Noronha, Antônio Carlos Mantuano, Anderson Simões e Alexandre Brito participaram como vices da primeira gestão de Maurício Assumpção. No entanto, acabaram por deixar o clube em momentos distintos por divergências com o agora ex-presidente, formando um grupo de ferrenha oposição no Conselho Deliberativo.

Em relação ao diretor Wilson Gottardo, o trabalho será avaliado ao fim do Campeonato Brasileiro. O fato de o ex-zagueiro ter contrato em vigor em 2015 conta a favor de uma possível permanência. Além disso, a manutenção seria uma economia para o clube, que assim evitaria gastos com rescisão, por exemplo.

Por Gustavo RotsteinRio de Janeiro/GE