quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Meia com vocação ofensiva, Tomas chega ao Botafogo em busca de gols


Relacionado para enfrentar o Volta Redonda, meia de 22 anos destaca gosto pelas finalizações



Tomas é o 13º reforço apresentado pelo Bota
(Foto: Gustavo Rotstein)
Tomas não é atacante de ofício, mas seus números mostram vocação ofensiva. Apresentado nesta terça-feira como novo reforço do Botafogo, ele marcou pelo Boa Esporte na Série B do ano passado os mesmos 15 gols de Rodrigo Pimpão, agora seu companheiro de clube. Relacionado para a partida contra o Volta Redonda, nesta quarta, o jogador de 22 anos chega disposto a corresponder às expectativas no que diz respeito a quantidade e qualidade.

- Sou meia de armação, que procura chegar à frente para finalizar e tento colocar meus companheiros na cara do gol. No Boa Esporte tive muita liberdade para chegar à frente, e isso fez muita diferença. Meu estilo é de chutar de fora da área, sempre que tiver oportunidade eu gosto de finalizar.

Embora tenha atuado pelo Boa Esporte no ano passado, Tomas foi emprestado pelo J Malucelli, do Paraná, até o fim da temporada. O meia admitiu que recebeu propostas de outros clubes, inclusive de fora do país, mas afirmou que a decisão de assinar com o Botafogo foi tomada em conjunto e com o incentivo de uma pessoa em especial.

- Conversei com a minha família, e tomamos a decisão de vir para o Botafogo. Tenho um tio botafoguense. O nome dele é Ronaldo e mora no Tocantins. Ele me falou para vir porque vou ajudar o time a voltar à Primeira Divisão - disse.

O meia é o 13º jogador apresentado pelo Botafogo para a temporada 2015. O próximo será o atacante Pimentinha, que desembarcou no Rio de Janeiro mas ainda não treinou com o grupo. Ele passa por exames e terá questões burocráticas resolvidas nesta semana.

Por Gustavo Rotstein Rio de Janeiro/GE