segunda-feira, 16 de março de 2015

René Simões faz balanço positivo de três meses de trabalho no Botafogo


'O presente é mais bonito do que eu esperava', disse o treinador alvinegro

René Simões fez um balanço positivo dos três meses de trabalho no Botafogo - Guilherme Pinto / Extra

O Botafogo que terminou o ano de 2014 é outro que começou 2015. Após uma temporada em que terminou como rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, o time começou o ano com novo técnico e um trabalho que vem rendendo bons frutos. Após três meses no comando da equipe, René Simões traçou um cenário positivo ao fazer um balanço da campanha do time alvinegro até o momento.

- O presente é mais bonito do que eu esperava. O Botafogo tem uma estrutura muito boa de se trabalhar. Encontrei uma equipe de profissionais seríssimos. O nosso campo é uma delícia, na academia não falta nada. O Botafogo continua tendo a melhor média de público do Carioca. Vamos torcer para que continuem fazendo isso e que se tornem sócios-torcedores. Tem muita coisa na parte de fisiologia e fisioterapia que gostaríamos de ter aqui, mas é muito caro. Esperamos que os torcedores se associem para nos ajudar - analisou.

O Botafogo é vice-líder do Campeonato Carioca com 25 pontos, apenas um a menos do que o Vasco. O time só perdeu um jogo no Estadual, para o Fluminense, e tem o melhor ataque da competição com 23 gols.

René não se cansa de elogiar a equipe e o seu capitão, o goleiro Jefferson.

- Por trás deles todos tem um cara chamado Jefferson. Toda essa segurança é porque tem um cara chamado Jefferson. Tem o farol ali. Eles olham, veem o comportamento, a vontade dele. Passar instrução para o Jefferson antes do jogo é difícil. Ele é tão concentrado que acho que não está me ouvindo. O detalhe que vou passar para ele tenho a impressão que não está ouvindo de tão focado. O grande segredo da equipe é ter um cara chamado Jefferson - afirmou.

Mas para o jogo da semana que vem, contra a Cabofriense, René não poderá contar com o seu goleiro. Ele terá que se apresentar à seleção brasileira para dois amistosos contra a França, em Paris, e o Chile, em Londres. Renan deve ser o substituto nas próximas rodadas.



Leia mais sobre esse assunto em O GLOBO