domingo, 10 de maio de 2015

Três jogos, uma certeza: Daniel Carvalho entra firme na disputa


Após atuação de destaque no segundo tempo de vitória sobre o Paysandu, René Simões enaltece comprometimento e talento do meia




Daniel Carvalho vem se destacando
(Foto: Satiro Sodré)
Durante dois meses Daniel Carvalho treinou no Botafogo sem qualquer compromisso. Seu objetivo era recuperar a forma para voltar a atuar no futebol profissional de campo, atendendo, principalmente, ao pedido do filho João Paulo, de 7 anos. Mas bastaram três partidas depois de oficializada sua contratação – sempre entrando no segundo tempo – para que o meia se mostrasse muito forte na disputa por uma vaga de titular. E a atuação na vitória por 1 a 0 sobre o Paysandu, no último sábado, pela primeira rodada da Série B do Brasileiro, ratificou o status do jogador de 32 anos.

Lançado por René Simões no lugar de Diego Jardel aos 17 minutos do segundo tempo no Mangueirão, Daniel Carvalho criou a primeira clara chance de gol do Botafogo na partida, num chute cruzado que obrigou o goleiro do Paysandu a fazer grande defesa. A partir de então, o meia foi preciso da distribuição de jogo e o principal nome das jogadas de bola parada.

Daniel Carvalho já havia chamado a atenção nos treinamentos, mas começou a mostrar sua importância logo em sua estreia, quando entrou no segundo tempo e marcou o gol da vitória do Botafogo por 2 a 1 sobre o Capivariano, pela Copa do Brasil. Depois de atuar novamente na etapa complementar no jogo de volta, no Estádio Nilton Santos, o meia foi pela primeira vez relacionado com o grupo principal na estreia da Série B e mostrou a René Simões que está firme no objetivo de retomar sua carreira em alto nível. O treinador, entretanto, evitou levar a análise para o lado da disputa pela vaga de titular.




 - O Daniel está provando que nossa aposta foi correta. Provando a ele e ao filho que ainda é capaz de jogar. É legal ver os sonhos e os objetivos que podem ser alcançados. Mas para isso é preciso trabalhar. É possível ver a satisfação dele nos treinamentos. Há anos ele não tinha o peso atual, mas agora está se tornando um atleta. Sempre foi um talento excelente, imagina se fosse sempre um atleta. Fica, então, a mensagem aos muitos talentos do futebol brasileiro - observou o treinador alvinegro.

Na análise de René Simões, Daniel Carvalho teve papel determinante na construção da vitória do Botafogo sobre o Paysandu.

- O Daniel Carvalho ajudou a deixar o time mais incisivo. Ele não volta muito à defesa ao lado do Marcelo Mattos e do Willian Arão, mas gosta de receber a bola na frente para distribuir o jogo - disse.

Por Gustavo Rotstein Belém/GE