sexta-feira, 19 de junho de 2015

Botafogo e Marcelo Mattos chegam a acordo por rescisão


Volante deve assinar distrato com o Alvinegro nos próximos dias, ficando livre para acertar com outra agremiação




Uma reunião na tarde desta sexta-feira confirmou a saída de Marcelo Mattos do Botafogo. Clube e jogador – representado no encontro por seu empresário – chegaram a um acordo para a rescisão do contrato. Com as bases acordadas, a assinatura deverá ocorrer em breve, para que o volante esteja livre para se transferir para outro clube.

Marcelo Mattos foi campeão carioca com o Botafogo em 2013 (Foto: Satiro Sodre/SSPress)


No acordo, o Botafogo se comprometeu a pagar parceladamente os 10 meses de direitos de imagem, seis meses de carteira de trabalho atrasados – incluindo encargos – e os salários que seriam pagos até o fim do contrato (em junho de 2016). Segundo o presidente alvinegro, Carlos Eduardo Pereira, a saída de Marcelo Mattos possibilitará ao clube um alívio na folha para que, assim, tenha mais chance de pagar em dia.

- Chegamos a um acordo com o Marcelo Mattos, num formado que vai permitir que ele receba uma quantia bem interessante por mês. É preciso abrir espaço na folha, enquanto trabalhamos algumas possibilidades de receita, com liberação de verbas pela Justiça do Trabalho e recebimento de reembolso da Prefeitura por gastos do clube durante o período em que o Estádio Nilton Santos esteve fechado - explicou o dirigente.

Para diminuir ainda mais a folha salarial, o Botafogo pretende entrar em acordo semelhante com Lucas Zen, que não vem sendo aproveitado, e espera negociar o atacante Henrique, que recebe salário que supera o dobro do teto estabelecido pela diretoria. No próximo dia 30 se encerra o contrato do volante Airton, e o clube ainda cogita sua permanência, desde que o jogador concorde receber um salário 50% menor que o atual.

Por Gustavo RotsteinRio de Janeiro/GE