terça-feira, 11 de agosto de 2015

Montenegro diz que está disposto a ajudar o Botafogo em contratações e cita nomes especulados


Ex-presidente do clube comenta que diversos nomes foram ventilados em reunião com a diretoria



Alex teve nome citado, mas recebe salário fora
 da realidade do Botafogo (Foto: Arquivo LANCE!)
O ex-presidente do Botafogo Carlos Augusto Montenegro diz que está disposto a ajudar o clube na busca por reforços para a Série B. Em contato com a reportagem do LANCE!, o mandatário comentou que teve um encontro com o presidente Carlos Eduardo Pereira, na segunda-feira, e outros dirigentes alvinegros estiveram presentes. Durante esta reunião informal, eles conversaram sobre a perda de jogadores durante a Segundona e avaliaram a possibilidade de trazer mais atletas. Durante este bate-papo, vários nomes foram citados, mas a grande maioria das negociações é muito complicada. Por isso, o Glorioso ainda estuda o mercado em busca de opções.


- Conversamos sobre tudo. Foi altamente positivo. Falamos de vários jogadores, mas foi uma conversa de botafoguenses. Há dois tipos de botafoguenses: o que faz oposição depois de perder a eleição e o que respeita o resultado e tenta ajudar. Eu já fui presidente e estou disposto a ajudar. Temos um presidente e ele é o representante de todos os botafoguenses. Deixo a linha direta aberta com o clube. Se pintar um nome, podem me ligar e dizer - disse ao LANCE!.

Durante esta reunião que ocorreu em General Severiano, os botafoguenses estudaram vários nomes de reforços, mas isso ficou apenas na base da conversa. Nomes como André Lima, Almir, Danilo (Corinthians), Rafael Moura, Alex (Internacional), Vitinho e Maxi Rodríguez foram citados. No entanto, a princípio, o clube não deve ir em busca destes jogadores. Isso porque alguns deles recebem altos salários e são considerados como opções inviáveis. Em outros casos, os alvinegros consideraram que não valeria a pena o investimento pela falta de experiência ou currículo considerado mais adequado neste momento.

Montenegro considerou que o Botafogo deve ir em busca de um jogador experiente, como foi Valdo em 2003 na volta do clube à elite do futebol brasileiro. O setor de criação da equipe vem recebendo muitas críticas e houve inúmeras mudanças no meio ao longo da temporada.


Paulo Victor Reis - LANCENET!