segunda-feira, 19 de outubro de 2015

De aposta a protagonista em 3 meses, Navarro vibra: “Momento único”


Até então desconhecido quando desembarcou no Brasil em julho, atacante conquista torcida do Botafogo com nove gols em 11 jogos. Renovação está próxima




No aniversário de 39 anos de Loco Abreu, quem brilhou foi outro uruguaio. Com dois gols e uma bola na trave, Álvaro Navarro comandou a goleada por 4 a 0 sobre o Bragantino, neste sábado, e deu mais um passo para trilhar o caminho do compatriota, que brilhou no Botafogo entre 2010 e 2012.

Os números de Navarro impressionam. O atacante, até então como desconhecido, desembarcou no Brasil em julho. De incógnita, assumiu papel de protagonista em menos de três meses. Desde então, foram nove gols em 11 jogos com a camisa do Botafogo. Estatística que o coloca como principal artilheiro do time na Série B e segundo na temporada, atrás de Bill (11) e empatado com Rodrigo Pimpão (9). Os dois já deixaram o clube.

- Talvez seja minha melhor fase. É um grande momento. Um momento único.

Navarro precisou de menos de três meses para conquistar a torcida do Botafogo (Foto: Vitor Silva / SSPress)

O carinho por parte dos alvinegros já é enorme. Após a vitória sobre o Bragantino, na saída do Estádio Nilton Santos, Navarro, com semblante feliz, mas também assustado, não conseguia andar. Cercado por dezenas de crianças e torcedores, o uruguaio posou pacientemente para fotos por cerca de 15 minutos, sem sair do lugar.

- A torcida do Botafogo é muito carinhosa comigo. Isso é muito lindo. Eu me sinto muito bem acolhido aqui. E isso é fundamental.

E o casamento de Navarro e Botafogo tem tudo para ser duradouro. O clube trata a negociação de renovação com o uruguaio, que tem contrato até o fim da Série B, como a mais avançada do elenco. As duas partes já têm acordo quanto a tempo de contrato e salário. A ideia é que o jogador fique no Alvinegro por mais dois anos, até o fim de 2017. Reunião na próxima quarta-feira, entre dirigentes e o empresário Gerardo Cano, pode selar a permanência.

- Acredito que nessa semana nós vamos resolver tudo. A minha família também está muito feliz e se sente bem no Rio de Janeiro. E isso é fundamental.




Por Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE