domingo, 24 de janeiro de 2016

Botafogo teme pressão sobre mais jovens e tem pressa por reforços


Ricardo Gomes e Jefferson alertam sobre a necessidade de jogadores mais experientes para o início do Campeonato Carioca




Luís Henrique foi o único atacante titular no amistoso
 com Desportiva (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)
O tema é recorrente e cada vez mais urgente no Botafogo. Entre dirigentes, comissão técnica, jogadores e torcedores, é consenso que o clube precisa ser reforçar para o Campeonato Carioca. A prioridade é o ataque: Neilton e Sassá estão machucados. Para a estreia contra o Bangu, no próximo sábado, Ricardo Gomes conta apenas com Luís Henrique, de 17 anos, e Ribamar, de 18. Pouca idade e muita responsabilidade para os garotos, na opinião do treinador.


- Estamos com dois meninos: Ribamar e Luís Henrique. São garotos em formação. No próximo sábado (na estreia no Carioca, contra o Bangu), por exemplo, temos que ganhar, já é pressão. Contra a Desportiva foi um amistoso. Mas esse peso para o Luís e para o Ribamar é complicado. Você pode fazer isso em times de menor expressão, mas no Botafogo é difícil.


Neste sábado, o Botafogo recebeu a notícia de que a Univesidad de Chile não está disposta a liberar Gustavo Canales, principal alvo alvinegro para o ataque.


- O mercado está difícil para todo mundo. O Botafogo tem que usar muita criatividade, porque não tem essa força financeira. Vamos ver. Por enquanto ainda não conseguimos encontrar um centroavante. Estamos tentando. O (Antônio) Lopes está trabalhando bastante para encontrar essa peça para fecharmos o elenco - avisou Ricardo Gomes.

O mercado está difícil para todo mundo. O Botafogo tem que usar muita criatividade, porque não tem essa força financeira. Vamos ver. Por enquanto ainda não conseguimos encontrar um centroavante. Estamos tentando"
Ricardo Gomes, técnico do Botafogo


Após a negativa por Gustavo Canales, o Botafogo ainda não tem um novo alvo definido, mas procura no mercado sul-americano um novo camisa 9. Capitão e maior ídolo do atual, Jefferson também falou sobre a necessidade de reforços.


- A diretoria está correndo atrás e sabemos que precisamos de reforços. Para disputar em grande nível todas as competições, precisamos que cheguem novos jogadores - sentenciou.


Após o título da Série B do Campeonato Brasileiro, 17 jogadores saíram do Botafogo. Até o momento, seis foram contratados: Joel Carli, Emerson Silva, Diogo Barbosa, Bruno Silva, Damian Lizio e Gervasio Nuñez.


Por Marcelo Baltar/Cariacica, ES/GE