quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Duelo do "ão": classificação, satisfação e pressão em jogo no Bota x Flu no ES


Alvinegro busca vaga e atuação que agrade a torcida; Tricolor tenta aliviar Baptista no cargo. Em quase 100 anos, times se encaram fora do Rio pela primeira vez no Carioca




Depois de o Campeonato Carioca ter o primeiro jogo fora do estado do Rio de Janeiro, com o Fla-Flu do último domingo em Brasília, outro clássico terá disputa em terra distante. O Botafogo x Fluminense desta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em Cariacica, no Espírito Santo, entra para a história por ser o único entre as duas equipes, pelo estadual, a ocorrer longe da terra natal - em quase 100 anos de rivalidade. Diante de outros adversários, o desempenho da dupla é parecido no estádio Kleber Andrade: foram quatro partidas para cada lado, sendo que o Alvinegro venceu uma (3 a 0 no Mogi Mirim em 2015), empatou duas (1 a 1 com o Rio Branco em 2000 e 2 a 2 com o Alegrense em 2002) e perdeu outra (2 a 1 para a Desportiva Ferroviária em 2016); enquanto o Tricolor ganhou duas (2 a 1 sobre o Vitória em 1995 e 3 a 1 sobre o Avaí em 2015), empatou uma (0 a 0 com o Grêmio em 1995) e perdeu outra (2 a 0 para o Rio Branco em 1999). 

Estádio Estadual Kleber Andrade, em Cariacica, vai receber o jogo (Foto: Sidney Magno Novo/GloboEsporte.com)

Dentro de campo será o encontro de um time que vence e não convence com outro pressionado. Líder do Grupo B, o Botafogo é um dos únicos times a ter 100% de aproveitamento - Vasco é o outro - e garante sua classificação para a segunda fase do Carioca com uma vitória. Porém, pode já carimbar a vaga até com empate ou derrota com uma combinação de resultados. Apesar da campanha perfeita até aqui, as atuações deixaram a desejar e não estão agradando aos torcedores. Para tentar satisfazer, Ricardo Gomes terá à disposição o meia uruguaio Salgueiro, que já foi carrasco do rival na Libertadores de 2013. O Fluminense, por sua vez, vive situação diferente. Está pressionado pela campanha irregular: é apenas o quarto do Grupo A, com sete pontos e 46% de rendimento, e ainda vem de derrota para o Flamengo. O que voltou a fazer com que o técnico Eduardo Baptista fique desconfortável no cargo debaixo de críticas dos tricolores.


Grazianni Maciel Rocha apita o jogo, auxiliado por Luiz Claudio Regazone e Diogo Carvalho Silva. A TV Globo transmite para RJ, ES, TO, SE, PB, RN, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF, e o Premiere exibe a partida para todo o Brasil. O GloboEsporte.com acompanha o duelo em Tempo Real, com vídeos.





Botafogo: Ricardo Gomes anunciou que, sem Renan Fonseca, vai de Carli na zaga, provavelmente com Emerson Silva. De resto, o time deve ser o mesmo que venceu a Cabofriense, dando sequência à formação com três volantes. Neilton e Salgueiro devem iniciar no banco. A escalação teria Jefferson, Luis Ricardo, Carli, Emerson Silva (Emerson Santos), Diogo Barbosa; Airton, Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, Gegê, Gervasio "Yaca" Nuñez; Luís Henrique.

Fluminense: Eduardo Baptista deve mudar o time derrotado pelo Flamengo no domingo. Além da suspensão de Marcos Junior, o treinador sacou Léo Pelé do time no último treinamento. Com isso, Gustavo Scarpa assume a lateral pelo lado esquerdo. Douglas e Osvaldo serão as novidades. O time provável: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Renato Chaves, Henrique e Gustavo Scarpa; Pierre e Douglas; Cícero, Diego Souza e Osvaldo; Fred.





Botafogo: após sentir um problema muscular diante da Cabofriense, Renan Fonseca será poupado. No departamento médico, Sassá e Octávio estão fora da partida.


Fluminense: Marcos Junior, suspenso, aumenta a lista de baixas, que conta com Richarlison e Marlon Freitas, ambos machucados.




Botafogo: Airton.


Fluminense: Douglas e Wellington Silva.


Por GloboEsporte.com/Vitória/GE