sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Sacado do time, Lizio fará trabalho no Botafogo para ganhar massa muscular


Meia boliviano de 1,68m e 62kg precisa adquirir força e pode até ficar fora de alguns jogos para acelerar seu condicionamento. Ricardo avisa: "Vai demorar um pouquinho"





Lizio precisará adquirir massa muscular para voltar
a jogar pelo Bota (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
Ele chegou com status de camisa 10, encheu a torcida de expectativa, mas ainda não mostrou ao que veio no Botafogo. Dos gringos contratados e que já estrearam, o argentino naturalizado boliviano Damián Lizio é o único que não teve grande destaque até o momento - apesar de ter marcado o gol da vitória sobre a Portuguesa, pela segunda rodada do Campeonato Carioca (veja no vídeo abaixo). Só que, nas duas oportunidades que teve como titular depois disso, ficou devendo. Para a comissão técnica, há uma explicação: além da adaptação ao futebol brasileiro, há a necessidade de trabalhar o condicionamento físico e ganhar mais força e massa muscular.


Aos 26 anos, Lizio tem 1,68m de altura e atualmente está com 62kg. Internamente, o diagnóstico é a necessidade de adquirir cerca de 5kg através de uma preparação que inclui trabalhos de força, musculação e alimentação específica durante pelo menos duas semanas. Contra a Cabofriense, neste domingo em São Januário, o meia deve ficar no banco após perder a vaga no time para Bruno Silva. Mas nas rodadas seguintes, pode até ficar fora da relação para acelerar o seu condicionamento.


Além disso, o caso do boliviano é comparado ao de jogadores que chegam do futebol asiático, por exemplo, com um nível de competitividade mais baixo do que o praticado no esporte no Brasil. O meia, que vem sendo convocado para a seleção boliviana, desde que deixou a Argentina jogou nas últimas temporadas no Chile e no Kuwait, além, claro, da Bolívia. O próprio atleta já comentou com pessoas próximas que o treinamento no Botafogo é muito diferente do que estava acostumado, mas a expectativa é de se adaptar o mais rápido possível.





- O Lizio jogou sem suas melhores condições. Esse vai precisar de um pouco mais de tempo de adaptação. Estava jogando um campeonato mais fraco, tem que entender o jogo mais intenso. Tem que ter mais paciência com ele do que todos, vai demorar um pouquinho. Não é só parte técnica, é física, precisa de um tempo de adaptação no nosso futebol - explicou Ricardo Gomes.


Por Thiago Lima/Rio de Janeiro/GE