sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Ricardo confirma volta de Neilton e revela chegada próxima de atacante


Técnico do Botafogo diz que reforço deve ser contratado "de uma a duas semanas". Recuperado, jogador começa no banco contra Cabofriense e pode jogar 30 minutos





Reforço de tirar chapéu? Ricardo anuncia chegada
 de atacante em breve (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
Um novo centroavante está chegando a General Severiano. Pelo menos é o que garante Ricardo Gomes. Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, o técnico do Botafogo avisou que um jogador experiente será contratado dentro de duas semanas para dividir a responsabilidade com os jovens Luís Henrique e Ribamar. A diretoria alvinegra atualmente trabalha com dois nomes já conhecidos pela imprensa: o chileno Gustavo Canales, da Universidad de Chile, e Rafael Moura, que acertou sua saída do Internacional e despertou o interesse também de Atlético-MG, Vitória e Sport. Há, porém, outros jogadores em negociação que ainda são mantidos em sigilo.


- Estamos trabalhando para no espaço de uma a duas semanas ter um novo atacante para dividir o peso com eles - soltou o comandante, enquanto falava da responsabilidade em cima de Luís Henrique, de 17 anos, e Ribamar, de 18.


A comissão técnica trabalha com a ideia de contratar mais dois reforços para fechar o elenco para o Campeonato Carioca: um centroavante e um lateral-esquerdo são as posições mais visadas. Até o momento, o clube buscou sete peças no mercado: Joel Carli, Emerson Silva, Diogo Barbosa, Bruno Silva, Gervasio "Yaca" Núñez, Damián Lizio e Juan Salgueiro.

Ele começa no banco (domingo, contra a Canofriense). Na minha cabeça, joga no máximo meia hora para não correr risco"
Ricardo Gomes, sobre volta de Neilton


Enquanto o novo centroavante não chega, Ricardo Gomes terá a volta de Neilton. O atacante, de 22 anos,recuperado de uma lesão na coxa esquerda e após realizar um trabalho de reequilíbrio muscular, deve estrear na temporada neste domingo. O técnico confirmou que ele ficará no banco contra a Cabofriense e poderá jogar por 30 minutos.


- Ele começa no banco. Na minha cabeça, joga no máximo meia hora para não correr risco - explicou o treinador, que espera a regularização de Salgueiro, que ainda não assinou contrato, até o clássico contra o Fluminense na próxima quarta-feira.


- Não, nenhuma chance (estrear domingo). Só para quarta. Não está certo, mas é a ideia.


Por Thiago Lima/Rio de Janeiro/GE