segunda-feira, 25 de abril de 2016

Luz, câmera, ação... Ribamar sofre para driblar assédio em dia de estrela


Menos de 24 horas após marcar contra o Fluminense e colocar o Botafogo na decisão do Carioca, atacante, de 18 anos, vive tarde de popstar em General Severiano




Ribamar - Botafogo (Foto: Marcelo Baltar)
Ribamar viveu dia de popstar no Botafogo
 (Foto: Marcelo Baltar)
 Mais difícil do que se livrar dos zagueiros, para Ribamar, certamente é enfrentar as câmeras. Não foi a primeira coletiva de imprensa do jovem de 18 anos, mas, com certeza, a mais badalada. Em General Severiano, enquanto os reservas treinavam em campo, as lentes se viraram todas para o atacante. Tímido ao extremo, não teve como fugir. O jeito foi encarar.

Um dia após marcar contra o Fluminense e colocar o Botafogo na decisão do Campeonato Carioca, Ribamar teve uma segunda de estrela. A primeira do jovem, que subiu em janeiro para o elenco profissional. Ao chegar à sala de imprensa, de longe, Ribamar observou uma multidão de jornalistas. Parou por alguns segundos, respirou fundo e encarou.

- Não estou nervoso, não. Estou tranquilo. É o calor – brincou o atacante.

O nervosismo, no entanto, era nítido. Ribamar coçava a cabeça, colocava a cara na mesa, mas a agonia não chegava ao fim.

- Não acaba nunca, não? É para sempre? – brincou o atacante.


Ribamar - Botafogo (Foto: Marcelo Baltar )
Cercado por câmeras e celulares, Ribamar concedeu coletiva de imprensa no Botafogo (Foto: Marcelo Baltar )
Nervosismo à aparte, Ribamar também falou sério. Alvo principal das câmeras e dos microfones, o jovem atacante comemorou o feito no 1 a 0 de domingo em Volta Redonda e falou sobre um grande sonho que está prestes a realizar: a estreia como jogador profissional no Maracanã, palco das decisões contra o Vasco nos próximos dias 1° e 8 de maio.

- É um sonho. Sempre sonhei jogar no Maracanã, ainda mais numa final. Espero que corra tudo bem e o Botafogo saia campeão. (Ser o centro das atenções) é uma sensação que nunca passei, experiência nova. Com o tempo vou me acostumando. Foi muito importante para mim fazer o gol e ajudar a equipe a se classificar. Ser elogiado e ter o reconhecimento da torcida na rua é muito gratificante - disse em entrevista coletiva na sede do Alvinegro.


Ribamar - Botafogo (Foto: Reprodução/Twitter)
Ribamar vai fazer sua estreia no Maracanã neste
 domingo (Foto: Reprodução/Twitter)
Com três gols na carreira, todos contra o Fluminense, o atacante, agora, espera deixar sua marca contra o rival: o Vasco, adversário dos próximos dois domingos, na decisão do Campeonato Carioca. O objetivo, maior, no entanto, é conquistar seu primeiro título como profissional.

- Não sei o que acontece contra o Fluminense. Tenho feito gols contra o Fluminense, que é uma grande equipe. Quero marcar gols na final, com certeza, mas quero ainda mais sair vencedor. Não importa quem marcar o gol – concluiu.



Fonte: GE/Por Rio de Janeiro