segunda-feira, 2 de maio de 2016

Botafogo e Vasco ficam com 26% da renda; Alvinegro tem valor penhorado


Entre despesas, taxas e custo operacional, clubes dividem R$ 481.149,60. Renda total foi de mais de R$ 1,8 milhão. Diretoria alvinegra tenta reverter penhora na Justiça


A opção por assumir a organização da decisão do Campeonato Carioca se mostrou rentável, mas nem tanto para Botafogo e Vasco. Da renda total de R$ 1.840.370,00, apenas 26% foram para os cofres dos clubes.

Entre despesas, taxas e custo operacional, Botafogo e Vasco dividiram apenas R$ 481.149,60. Pior para o Alvinegro, que ainda teve sua parte penhorada pela Justiça. O clube tenta reverter a decisão. 


Botafogo e Vasco fizeram o primeiro jogo do anjo no Maracanã (Foto: André Durão/ Globoesporte.com)

De acordo com o borderô divulgado pela Ferj, o custo operacional da partida foi de mais de R$ 531 mil. Outras questões como confecção e pré-venda (R$ 128 mil), ingressos promocionais (R$ 235 mil) e a taxa da Ferj (R$ 160 mil) também pesaram. Em comparação com o clássico entre Santos e Palmeiras, pelas semifinais do Campeonato Paulista, chama a atenção a diferença do gasto para emissão e controle de ingressos: para a partida na Vila Belmiro, foram necessários R$ 55.058,80.


Confira abaixo as despesas dos clubes:

Borderô da primeira partida da decisão do Carioca


Fonte: GloboEpsorte.com/Rio de Janeiro