terça-feira, 24 de maio de 2016

Parte III: Canales rescinde com a La U e ganha força (de novo) no Botafogo


Atacante chileno volta à pauta pela terceira vez, agora livre no mercado. Pressionado por centroavante, diretoria também tem Gilberto, ex-Vasco, como opção para o setor




Última passagem de Canales pela La U durou 2 anos
(Foto: Divulgação / Site Oficial Universidad de Chile)
Quando o Botafogo tentou pela segunda vez a contratação de Gustavo Canales e a Universidad de Chile não aceitou negociar, o experiente atacante chileno de 33 anos concedeu entrevista coletiva em seu país. Em suas palavras, confirmou a oferta recebida e deixou a possibilidade aberta para o futuro, avisando que ficaria no clube pelo menos até o meio deste ano. E o futuro é logo ali. Na última segunda-feira, o jogador rescindiu seu contrato e voltou à pauta no Alvinegro, que reabriu conversas e cogita uma terceira investida. Em contato com o GloboEsporte.com, o empresário do atleta, Marcelo Rodriguez, confirmou os contatos, mas disse não ter nada concreto por enquanto. A diretoria vem sendo muito cobrada por reforços, principalmente um camisa 9, e há um dia recebeu membros de organizadas em General Severiano para dialogar.


Canales se encaixaria no perfil de jogadores procurados pela diretoria: experiente e livre no mercado. Ele tem 17 gols em 32 jogos na atual temporada do futebol chileno, de julho de 2015 até junho de 2016. Mas nesse ano, disputou só 11 partidas, balançou a rede três vezes e teve seu condicionamento físico questionado pela imprensa do Chile. O centroavante, que já foi carrasco do Botafogo na Libertadores de 2014, nasceu na Argentina, mas se naturalizou e, inclusive, já foi convocado para a seleção do Chile em duas ocasiões. Em 2010, defendeu o River Plate e no ano seguinte foi campeão da Copa Sul-Americana com a La U.


Gilberto está insatisfeito nos EUA, mas salário alto e
contrato longo são entraves (Foto: Reprodução / MLS)
Outro nome ventilado internamente é o de Gilberto, ex-Vasco e atualmente no Chicago Fire, dos Estados Unidos. O atacante, de 26 anos, está insatisfeito no país e vê com bons olhos um retorno ao Brasil, mas seu representante, Sandro Zardo, negou qualquer contato do Botafogo. Uma negociação, porém, seria complicada pelo alto salário do jogador e por ele ter contrato com a MLS, e não com o clube. Seu vínculo atual vai até o fim de 2017, com opção de renovação por mais uma temporada. Outra nome especulado, mas também complexo, é o de Navarro. O atacante de 31 anos fez sucesso na campanha do título alvinegro na Série B do Brasileiro no ano passado e foi vendido para o futebol mexicano. Uma possível volta foi debatida com o empresário do atleta, Gerardo Cano, mas o presidente do Puebla avisou que não aceita empréstimos.


Recentemente, o Botafogo teve tentativas frustradas na caça por nomes de peso para qualificar o elenco. Além de Alex, do Internacional, Kleber Gladiador, do Coritiba, e Barcos, do Sporting, de Portugal, a diretoria tentou Alan Kardec, mas o São Paulo não aceitou liberar o atacante porque vai perder Calleri para o Inter de Milão, da Itália. Em sua conta pessoal no Twitter, o presidente Carlos Eduardo Pereira também revelou ter sondado atacantes do Palmeiras, que também não aceitou negociar. Os nomes cobiçados seriam de Alecsandro e do ex-alvinegro Rafael Marques.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar e Thiago Lima/Rio de Janeiro