sexta-feira, 17 de junho de 2016

Após Marquinho, Botafogo negocia empréstimos de Octávio e Lucas Zen


Depois de imbróglio com torcedores na partida contra o Juazeirense, meia pode disputar a Série B pelo Tupi-MG. Afastado, volante negocia com o Paysandu




Com várias contratações para o Campeonato Brasileiro, o Botafogo trabalha para deixar seu elenco mais enxuto. A ideia é emprestar os jogadores que são pouco aproveitados por Ricardo Gomes. Após acertar a ida de Marquinho para o Atlético-GO, o clube negocia as saídas de Octávio e Lucas Zen para Tupi-MG e Paysandu, respectivamente.


Dos três, Octávio é o que teve mais oportunidades com Ricardo Gomes. O meia, no entanto, está desgastado com a torcida, após provocar torcedores na vitória sobre o Juazeirense, na Copa do Brasil. Pelo ato, o atleta recebeu multa de cerca de 30% do salário. Na semana passada, durante a invasão de membros de uma organizada a General Severiano, foi exigida a saída dele, além de outros quatro jogadores.

Octávio recebeu puxão de orelha de Ricardo Gomes após confusão com torcedores (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)


Esse seria o terceiro empréstimo de Octávio, 22 anos, que tem contrato com o Botafogo até o fim de 2017. Formado no clube, o meia já passou por ABC e Fiorentina, antes de retornar a General Severiano em junho do ano passado. Ele chegou a ser titular em parte da Série B, mas perdeu espaço nesse ano.

O caso de Lucas Zen é diferente. Outra cria do Botafogo, o volante está afastado desde o ano passado. No início da temporada, Lucas chegou a ser integrado, mas logo retornou ao Grupo 2, nome dado ao Botafogo para os atletas que não estão nos planos.

Com salário considerado alto, Lucas Zen tem contrato até o fim do ano. Um acerto com o Paysandu colocaria fim na história do jogador no Botafogo.

Além de Octávio e Lucas Zen, o Botafogo emprestou nos últimos dias o meia Marquinho (Atlético-GO) e o lateral Jean (Botafogo-PB).


Fonte: GE/Por Chandy Teixeira e Marcelo Baltar/Rio de Janeiro