quinta-feira, 14 de julho de 2016

Canales é regularizado e pode estrear pelo Bota contra Flamengo no sábado


Atacante chileno está liberado para jogar, mas treina entre os reservas. Ricardo testa dois ataques: Neilton com Pimpão, e Sassá sozinho à frente (seria a vaga do gringo?)




Canales está regularizado e pode finalmente fazer sua estreia pelo Botafogo contra o Flamengo neste sábado, às 16h (horário de Brasília), na primeira partida do Alvinegro na Arena Botafogo. O nome do centroavante chileno apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF no fim da tarde desta quinta-feira, liberando o gringo para atuar. Porém, ele treinou minutos antes de sua regularização entre os reservas na atividade comandada por Ricardo Gomes em General Severiano. A tendência é que o jogador de 34 anos, que tem a concorrência de Sassá, Neilton e Rodrigo Pimpão, comece no banco, mas não está descartada sua titularidade.

Canales está na expectativa para estrear com a camisa do Botafogo (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)

Sem Bruno Silva, confirmado por Ricardo no clássico mas que fez só um trabalho na academia após ter jogado contra o Bragantino na quarta, o treinador comandou um trabalho técnico em campo reduzido. Com oito jogadores na linha de cada lado, testou duas formações no ataque: a primeira teve Neilton e Pimpão, e as duas vagas abertas teoricamente eram de Bruno e Camilo. Na segunda, tirou a dupla e colocou Camilo no meio e Sassá sozinho à frente - seria esse esquema já prevendo a estreia do gringo? O comandante deixou essa possibilidade no ar no último sábado, ao ser questionado se a formação com três atacantes já era pensando no chileno.


- Não, posso mudar de novo, colocar o Canales com o Sassá por exemplo. Agora tenho opções - disse o treinador, logo após o empate por 0 a 0 com o Coritiba no Couto Pereira.


Na mesma entrevista, Ricardo disse que achava difícil Canales jogar contra o Flamengo porque iria ter só uma semana para trabalhar com o grupo, a não ser que ele fosse muito bem nos treinos. Contratado em maio, o chileno chegou ao Alvinegro lesionado e precisou de um período de quase dois meses para tratar um edema ósseo no pé direito. Só após se recuperar que assinou contrato definitivo até o fim de 2017. Há uma semana que começou a trabalhar com bola e chegou a fazer um belo gol por cobertura em atividade de finalização.


O centroavante, que foi carrasco do Botafogo na Libertadores de 2014, nasceu na Argentina, mas se naturalizou e, inclusive, já foi convocado para a seleção do Chile em duas ocasiões. Ele chegou a General Severiano para ser o camisa 9 que a diretoria tanto buscou em 2016 e vai disputar posição com Luís Henrique e Sassá, artilheiro do Botafogo na temporada com sete gols. Apelidado de "mágico" pela imprensa chilena, o reforço alvinegro tem um retrospecto goleador pela Universidad de Chile, seu último clube: foram 55 gols em 95 partidas oficiais durante três temporadas na La U (2011, 2014-2015 e 2015-2016). Porém, nesse ano disputou só 11 jogos e balançou a rede apenas três vezes. No Alvinegro, tentará recuperar sua boa fase.


Fonte: GE/Por Thiago Lima/Rio de Janeiro