sexta-feira, 29 de julho de 2016

Ricardo espera Pimpão no Bota e não teme líder: "É melhor esse tipo de jogo"



Apesar de fechar último treino antes do jogo contra o Palmeiras, técnico alvinegro diz que tendência é repetir time e vai aguardar até sábado para saber se levará atacante



Ricardo Gomes avisou que tendência
 é repetir o time da Copa do Brasil
(Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
Após se classificar para as oitavas de final da Copa do Brasil, o Botafogo tem como próximo desafio encarar o líder do Campeonato Brasileiro: o Palmeiras, que tem quase o dobro da pontuação na tabela, 32 contra 17 do Alvinegro. Mas nada de temor em General Severiano. Mesmo com o time na zona de rebaixamento, Ricardo Gomes vê o jogo como um clássico regional, onde não há favoritismo. E tira como exemplo o embate com o Flamengo em um jogão com seis gols, três para cada lado, há duas semanas na Arena Botafogo.


- A classificação moraliza o grupo, agora vamos buscar os três pontos em casa para sair dessa zona desagradável. É melhor esse tipo de jogo, precisando dos dois lados, gosto mais. A gente sabe a diferença de investimento dos dois clubes, mas a rivalidade dos clássicos regionais tem grande influência. Esse não é regional, mas é um grande clássico. Temos que aproveitar, apesar da diferença de pontuação. A melhor coisa para o jogador é um grande jogo - afirmou o comandante, que elogiou o adversário.


- Time agressivo, rápido, técnico... Por isso é o líder.


Ricardo vai fechar o treino deste sábado, o último antes da partida, mas não deve fazer mistérios e já adiantou que a tendência é repetir o time que eliminou o Bragantino na Copa do Brasil. O treinador confirmou os desfalques de Leandrinho e Sassá, que seguem fora, e ainda não previu a volta de Emerson Silva - os três ainda estão em fase de transição após deixarem o departamento médico. Porém, ainda vai esperar até o fim por Rodrigo Pimpão.


- Tenho mais opções do que tinha no início do campeonato. Estou querendo repetir o time, mas as opções são boas até para mexida. O Leandrinho acho que não (volta ainda), mas o Pimpão pode ser. (...) O (Emerson) Silva está bem melhor, mas o Sassá vamos esperar um pouco mais. Teve uma história de lesão no joelho, recuperou, mas tem a parte muscular, é um jogador de muita explosão e a cada jogo tem um desgaste maior, e um maior número de lesões também.

Pimpão ainda não treinou com grupo e faz trabalho de transição após dores na coxa (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)



Carli, que treinou à parte nesta sexta-feira com o preparador físico Emilio Faro, também ainda não está confirmado entre os relacionados. A tendência é que tanto ele quanto Pimpão fiquem no banco de reservas se ficarem à disposição de Ricardo Gomes a tempo.


- Vamos esperar, é a mesma coisa do Pimpão. Ficou muito tempo fora, dois jogos ele conseguiu, mas com um desgaste importante. Temos que analisar, essa recuperação é demorada pelo histórico desse campeonato. Vamos decidir isso amanhã.


O Botafogo então faz o seu último treino na manhã deste sábado em General Severiano, em atividade fechada para a imprensa, e no domingo recebe o Palmeiras às 18h30 (de Brasília), na Arena Botafogo. A provável escalação tem Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca (Carli), Emersone Diogo Barbosa; Airton, Lindoso, Bruno Silva e Camilo; Neilton (Pimpão) e Canales.


Fonte: GE/Por Thiago Lima/Rio de Janeiro