terça-feira, 23 de agosto de 2016

Artilheiro em quatro meses, Sassá bate meta e avisa: "Agora quero mais"


Goleador do Botafogo em 2016 e vice artilheiro do Brasileirão, atacante recupera o tempo perdido por lesão, chega a 10 gols e vê G-4 possível: "Dá para sonhar"




Se Canales anda sumido, quem vai aproveitando a brecha no Botafogo é Sassá. Depois de perder os primeiros quatro meses do ano por conta de uma grave lesão no joelho esquerdo, soube recuperar bem o tempo perdido. Nos últimos quatro meses, o atacante virou o artilheiro do clube na temporada com 10 bolas na rede e o vice-goleador do Campeonato Brasileiro, só um atrás de Gabriel Jesus, do Palmeiras. A moral está em alta, tanto que várias câmeras e microfones cercaram o jogador na reapresentação do time, na manhã desta terça-feira em General Severiano. Com sorriso solto, ele revelou que já bateu a meta pessoal de gols, mas como ainda tem mais três meses de bola rolando, não quer parar por aí.


– Esse negócio de artilharia é consequência do trabalho. Importante é a gente tirar o Botafogo dessa situação, fazer um segundo semestre bem melhor do que a gente fez no primeiro. Espero que eu continue fazendo gols. Eu tinha um objetivo, fiquei muito tempo parado, de fazer 10 gols. Essa meta eu já bati, agora quero mais porque estou vendo que tem muita água para rolar. Agora não tenho mais meta, o que vier estou pegando. Se for 10, 20... Não quero saber, quero botar para dentro (risos) – divertiu-se o atacante.

Em alta no Botafogo, Sassá foi cercado por várias câmeras, microfones e celulares em coletiva (Foto: Thiago Lima)


Se não há mais meta de gols, há de jogos. Titular enquanto Canales resolve problemas particulares no Chile, o atacante aproveita a vaga e sonha com uma sequência de pelo menos 10 partidas para continuar mostrando serviço e melhorar a parte física que ainda não está 100%.

Tenho que melhorar mais na parte física, conseguir aguentar mais os jogos. A gente vai entrar em uma sequência difícil, espero que consiga essa sequência que eu tanto sonho, de fazer 10, 11 jogos seguidos"
Sassá, atacante e artilheiro do Botafogo


– Tenho que melhorar mais na parte física, conseguir aguentar mais os jogos. A gente vai entrar agora em uma sequência difícil, espero que eu consiga essa sequência que eu tanto sonho, de fazer 10, 11 jogos seguidos.


E para ajudá-lo, ele conta com um parceiro para lá de entrosado dentro e fora de campo.


– Eu falo que o Neilton é minha dupla, agente sai junto, come junto, sai com as nossas mulheres junto. Isso aí chega em campo flui igual foi contra o América-MG. Falei para ele: 'Neilton, a gente está na sintonia que eu já te conheço pelo olhar. Quando você olha para mim já sei o que quer fazer'. Isso só tem a crescer.


Com 26 pontos, o Botafogo é o 13º colocado do Campeonato Brasileiro. Mesmo com o equilíbrio do torneio, Sassá evita fazer projeções, mas não vê o G-4 como algo impossível.


– Esse campeonato está muito equilibrado, a gente vem de duas vitórias aí e continua com três pontos da zona. Acho que não tem nada muito distante, então acredito sim que dá para sonhar.


Os jogadores se reapresentam na manhã desta quarta-feira em General Severiano e voltam a campo na próxima segunda, contra o Atlético-PR na Arena da Baixada, às 20h (de Brasília).


Fonte: GE/Por Thiago Lima/Rio de Janeiro