quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Botafogo "faz a quina", afunda o Santa Cruz e se consolida no G-6 da Série A


Alvinegro não jogou bem, mas fez o suficiente para chegar à quinta vitória e afundar ainda mais o time coral, que perdeu a sétima partida consecutiva na competição





O Botafogo embalou de vez. Dentro do Recife, sofreu, mas conseguiu bater o Santa Cruz no final e chegou à quinta vitória consecutiva. Em um estádio do Arruda com o público baixo - pouco mais de três mil presentes -, o time carioca cresceu no segundo tempo e se aproveitou de um vacilo da zaga coral para escrever o placar: 1 a 0, com gol de Rodrigo Pimpão. Com o resultado, o Fogão ficou na quinta colocação, com 53 pontos. O Santa, por outro lado, vê a Série B cada vez mais próxima. É o vice-lanterna, com 23 pontos, a 13 de distância do atual 16º colocado, o Internacional.


O Tricolor volta a entrar em campo às 18h30 do dia 29, um sábado, contra o Internacional, no Beira-Rio. E o Botafogo joga no mesmo dia e horário contra o Coritiba, no Estádio Luso-Brasileiro.


Santa Cruz e Botafogo fizeram um jogo morno no Estádio do Arruda (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)

Santa Cruz e Botafogo fizeram um primeiro tempo igual. Porém, sem muita qualidade técnica. Tanto é que foram poucas vezes que os goleiros trabalharam: Tiago Cardoso fez uma boa defesa em um chute de Neilton, aos 22 minutos - também defendeu um chute de Rodrigo Pimpão, de longe. Já Sidão, só veio sujar as luvas aos 41 minutos, e mesmo assim, para socar uma bola depois de cobrança de escanteio do Santa. Inoperantes, os dois times se esforçavam, mas não pareciam estar em uma boa noite.


O segundo tempo foi diferente. Logo no início, as duas equipes se lançaram ao ataque e Tiago Cardoso salvou o Tricolor logo aos dois minutos em um cabeceio de Dudu Cearense. O Santa Cruz tentou responder, mas Bruno Moraes perdeu uma boa chance. Perto do fim, a zaga coral deu uma "ajudinha". O cochilo foi fatal. Aos 41 minutos, Rodrigo Pimpão ganhou de Léo Moura e cabeceou para o fundo das redes de Tiago Cardoso para decretar a vitória do Fogão.

Fonte: GE/Por Daniel GomesRecife