terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Negociando contrato, Emerson se diz "triste e frustrado" fora da Libertadores


Afastado do elenco que viajou para a partida decisiva diante do Colo-Colo, na noite desta quarta-feira, zagueiro diz que ainda espera atuar na competição internacional



Afastado do time por questões contratuais, o zagueiro Emerson Santos vem esperando ansiosamente por uma definição quanto ao seu futuro. Criado na base do Botafogo e um dos principais jogadores da última temporada, ele diz triste e frustrado por estar fora do confronto diante do Colo-Colo, pela segunda fase da Libertadores da América. Dos 38 jogos do time no Campeonato Brasileiro do ano passado, Emerson participou de 29, sendo 27 deles como titular.
Enquanto não resolve sua situação, Emerson segue treinando no Botafogo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)


Tenho esperanças de disputar esta Libertadores e, para isso acontecer, precisamos de um bom resultado no Chile
Emerson Santos

- Gostaria de desejar sorte aos meus companheiros e de lembrar que meu coração e meu pensamento estarão com eles em Santiago. Vou torcer muito pela classificação do Botafogo, tenho esperanças de disputar esta Libertadores e, para isso acontecer, precisamos de um bom resultado no Chile. Me empenhei, fiz o que pude para ajudar o time no Campeonato Brasileiro do ano passado e meu sentimento hoje é de tristeza e frustração por não participar destes dois jogos com o Colo Colo - disse através de sua assessoria de imprensa.

Em janeiro, o agente de Emerson, Jaílton Oliveira, se reuniu com a direção do Botafogo em General Severiano. A reunião terminou sem definição, e a solução parecia distante, uma vez que as duas partes falam línguas diferentes, e as negociações se arrastam desde março do ano passado. As propostas salariais feitas agradaram, mas o maior entrave é o valor exigido de luvas – cerca de R$ 1 milhão em duas parcelas –, considerado alto pelo departamento de futebol.


Durante a pré-temporada, em Domingos Martins, no Espírito Santos, Jailton enviou um contraproposta ao clube que analisa e não comenta abertamente o caso. Por isso, o zagueiro não foi inscrito para a disputa da Taça Libertadores, nem foi relacionado para os jogos do Campeonato Estadual até o momento.


Dentro de Campo, o Botafogo joga sua vida na Libertadores da América nesta quarta-feira, quando enfrenta o Colo-Colo, às 21h45 (de Brasília), no Estádio Monumental, em Santiago, no Chile. Com a vitória por 2 a 1 na primeira partida, o Alvinegro pode até empatar que volta com a classificação garantida.

Fonte: GloboEsporte.com/Rio de Janeiro