terça-feira, 23 de maio de 2017

Jair confirma Camilo fora e fala da busca pelo 1° lugar: "Melhor decidir em casa"


Técnico não quer correr riscos com o meia, que vem sentindo dores no adutor e será poupado da viagem para a Argentina. João Paulo deve atuar mais adiantado na próxima quinta





Jair durante o treino do Botafogo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)


Antes da viagem para a Argentina, Jair Ventura confirmou, em coletiva, a ausência de Camilo para a partida, contra o Estudiantes, na próxima quinta, pela última rodada da fase de grupos da Taça Libertadores. Mesmo sem os seus principais armadores, já que Montillo também não joga, o técnico acredita que o Botafogo tem totais condições de voltar com o principal objetivo: o primeiro lugar para, assim, decidir o duelo das oitavas de final, no Estádio Nilton Santos.


- Só o Camilo será poupado. Ele está desgastado e com um incômodo no adutor. A gente não quer correr riscos com o atleta. O Pimpão está suspenso, mas vamos com força máxima. Respeitamos o Estudiantes, mas vamos buscar nosso objetivo que é o primeiro lugar no Grupo. A gente sabe que é melhor decidir em casa. Você pode fazer uma vantagem e saber jogar com o resultado no segundo jogo. Com o apoio da torcida somos muito fortes em casa.


Com dez pontos ao lado do Barcelona de Guayaquil, o Botafogo pode até empatar para conseguir acabar em primeiro do grupo. Para isso, é claro, os equatorianos precisam perder para o Atlético Nacional, na Colômbia.


No esquema, Jair Ventura deve alterar o meio de campo, adiantando, por exemplo, João Paulo, que já fez essa função de camisa 10 no Santa Cruz, na temporada passada. Por falar no meia, ele ganhou muitos elogios do comandante.


- O João começou a pré-temporada muito bem, mas sofreu uma lesão e teve que esperar sua vez. Ele fez praticamente todos os jogos no Santa Cruz, não se machuca e joga os 90 minutos. A gente fez esse investimento, e ele vem dando conta. Não é decisivo, mas tem uma importância muito grande para o time. Mesmo sem fazer gols. É aquele jogador que você precisa falar só uma vez para ele entender.



João Paulo ganha elogios do técnico Jair Ventura, do Botafogo (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)


Bom ambiente no clube

- O futebol é momento. Conseguimos nosso primeiro objetivo, que era a classificação para as oitavas. Pegamos equipes que jogam futebol de verdade, com jogadas ensaiadas, como foi o Colo-Colo. Teve o Atlético Nacional também, que é o atual campeão. Vamos nos fortalecendo. Sabemos das nossas limitações e trocamos isso por muita entrega. Espero que seja assim o ano todo.


Bruno Silva denunciado
- A gente tem que ir com calma, pois o Bruno é muito competitivo. O Bruno está sempre ligado em todos os jogos. Ele tenta ter o equilíbrio, está com a cabeça boa e vai melhorar. Já fui muito assim também.


Ofensividade dos volantes
- Vamos dando liberdade para eles. É uma tendência no futebol. Os médios passam a ter essa função. O Bruno já fez bastante gols conosco assim. Aquele cara só de marcação não tem mais. Você precisa ganhar qualidade na saída de bola. Pode dar uma olhada nos outros times como isso acontece.


Mudança de três jogadores para as oitavas
- Estou cheio de coisas para pensar. Tenho 48h antes para escolher.... Depois vocês me perguntam isso (risos)


Jefferson
- Já conversamos, está tudo planejado.... Ele já está treinando normalmente e quem ganha é o Botafogo. Não podemos queimar etapas. Temos outros grandes goleiros e vamos no tempo do Jefferson.


Renan Gorne
- Meritocracia. Dou treino todos os dias e ele ainda não demonstrou que está na frente dos concorrentes. Não é nada pessoal, mas tem um treinador que acompanha os treinos. Não é só chegar e colocar, tem que merecer.


Fonte: GE/Por Felippe Costa, GloboEsporte.com, Rio de Janeiro