quinta-feira, 27 de julho de 2017

Brenner é apresentado e espera reencontrar bom futebol do início do ano


Envolvido em troca com Camilo, ex-atacante colorado chega ao Rio de Janeiro para ser sombra de Roger. Artilheiro do Campeonato Gaúcho, ele fica no Botafogo por empréstimo até o fim de 2018






Brenner foi apresentado pelo gerente Antônio Lopes no Botafogo (Foto: Felippe Costa)


Último reforço anunciado, Brenner foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira. No clube desde a semana passada, o atacante vestiu a camisa de jogo pela primeira vez, agradeceu a recepção dos compaheiros e falou sobre a disputa com Roger pela camisa 9.


Envolvindo na troca com com o Inter por Camilo, o centroavante avisa que chega a General Severiano para somar.


- Roger jogou muito ontem. Chego para somar, quero ajudar o Botafogo... Só quem ganha isso é o Botafogo. Temos três competições e precisamos ter um grupo forte. Agora é saber aproveitar essas oportunidades que o Jair for me dar.


Brenner chega ao Rio de Janeiro para reencontrar o bom futebol do início do ano. Ele foi artilheiro do Campeonato Gaúcho, mas depois perdeu espaço no Inter.


- Vivi um grande começo de ano no Internacional e é difícil falar o que aconteceu. Perdemos o Gaúcho contra uma equipe pequena. Depois vim perdendo espaço... É complicado falar disso. Não estava tendo oportunidade e optei pelo Botafogo. Espero ajudar.


Confira outros tópicos da coletiva:


Momento do Botafogo

- É diferente. O Botafogo vem vivendo um ótimo momento, todo mundo me recepcionou muito bem e só tenho a agradecer. Espero retribuir dentro de campo.


Jair Ventura
- No dia que meu representante deu como certa a negociação, ele disse que o Jair queria falar comigo. Mas não deu para conversarmos. Teve muita influência na minha vinda, pois é um dos melhores do Brasil. A gente sempre quer trabalhar com os melhores.


Características

- Sou um atacante de área, mas sei jogar por trás. Não gosto de ficar muito parado na área. Dentro do jogo a gente precisa criar alternativas. Não vejo problemas em jogar junto com o Roger.


Fonte: GE/Por Felippe Costa, Rio de Janeiro