segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Agente confirma adeus de Zeballos, e outros gringos também estão de saída


Paraguaio tem sondagens da Ásia, Europa e do Olimpia, seu ex-clube. Bolatti, Ramírez e Tanque Ferreyra não terão os contratos renovados.




O Botafogo terminou o Campeonato Brasileiro com quatro estrangeiros no elenco, os argentinos Bolatti e Tanque Ferreyra, o paraguaio Zeballos e o peruano Ramírez, mas todos eles não devem mais vestir a camisa alvinegra em 2014. O contrato dos gringos termina no fim de dezembro e eles já até recolheram o material no clube antes das férias.

Bolatti e Zeballos não permanecem no Botafogo em 2015 (Foto: Satiro Sodré/SS Press)
Eder Zenlucas, empresário de Zeballos, disse que a nova diretoria não entrou em contato, mas confirmou que o paraguaio não fica. O clube tem uma alta dívida com o jogador, que na reta final do Brasileiro acabou tendo um papel secundário no time por opção do técnico Vagner Mancini.

O agente ele irá se reunir com Zeballos nos próximos dias para analisar as opções para 2015. Segundo ele, há sondagens da Ásia e também a possibilidade do retorno ao Olimpia.

- Ainda não houve contato da diretoria, mas o Zeballos não vai continuar, até por tudo o que aconteceu durante o ano e pelo o que o clube lhe deve. Além disso, teve o que aconteceu com ele neste final. Apesar de o time não estar bem, era o artilheiro, vinha entrando, fazendo gols. Temos opções no mercado asiático - Coreia e China -, e na Europa. O Olimpia também demonstrou interesse em tê-lo na Libertadores.

No caso de Tanque Ferreyra, o centroavante chegou a animar a torcida no início, na disputa da Libertadores, mas não conseguiu ter uma boa sequência. No Brasileiro, atuou em apenas 11 jogos, não fez gol e passou muito tempo no departamento médico. Bolatti esteve presente em 26 jogos, mas não conseguiu se ficar e é considerado caro, assim como Ramírez, que pertence ao Corinthians. O peruano teve bons momentos no clube, mas na reta final da competição apresentou uma queda de rendimento.

Por Fred Huber Rio de Janeiro/GE