quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Botafogo define situação de jogadores que voltam de empréstimo



Henrique tenta o domínio da bola na partida entre Botafogo e Macae pelo Campeonato Carioca Vitor Silva/SSPress

O Botafogo já definiu a situação de alguns jogadores que retornam ao clube após período de empréstimo. Alguns desses atletas já foram informados que fazem parte dos planos do técnico René Simões, casos de Henrique, Sassá, Gilberto e Lima. Um outro grupo de jogadores, formado por Jeferson Paulista, Milton Raphael, e John Lennon, ainda tem situação indefinida. Podem até fazer parte do elenco em 2015, mas ainda são motivo de debate na diretoria.

O nome que mais agrada a diretoria é o de Gilberto. O lateral direito defendeu o Internacional na última temporada e não tem uma rejeição sequer. Ele terá a concorrência de Régis, que fez parte da campanha que rebaixou o Botafogo no Campeonato Brasileiro, e não tem muita moral com a torcida. Os dois deverão ser os únicos jogadores da posição nesse início de trabalho.

Henrique e Sassá também já foram avisados que estarão no elenco em 2015. O primeiro não teve desempenho tão bom no Bahia, mas chega rodeado de esperança pela diretoria, que espera bom futebol do atacante. O segundo, por sua vez, brilhou no Náutico na disputa da Série B em 2014 e tentará repetir o feito no Alvinegro.

O último nome confirmado no elenco é o que causa mais polêmica. Lima nunca teve uma boa relação com a torcida, mas é visto como um jogador com potencial para ajudar nesse delicado momento pelo qual o Botafogo atravessa. Ele terá a concorrência de Thiago Carleto, contratado junto ao São Paulo, e de Jean, promovido das categorias de base.

Por outro lado, alguns jogadores ainda não sabem onde jogarão em 2015. Pode ser no Botafogo ou em outro clube. Milton Raphael foi um dos destaques do Macaé, que subiu de divisão e disputará a Série B na próxima temporada. O goleiro sofre com a concorrência no Alvinegro, que ficará com quatro goleiros e abrirá mão de um. O jogador concorre com Jefferson, Renan, Andrey e Helton Leite.

Mesmo caso de John Lennon. O lateral direito estava emprestado ao Atlético-GO, mas foi devolvido após lesão no joelho. Ele se recuperou e já treina no Botafogo desde 2014. Mas seu nome não agrada completamente e uma nova saída não está descartada. Caso fique, terá a concorrência de Gilberto e Régis na posição.

Mesmo sem ter jogado muitos jogos, Jeferson Paulista gera expectativa na torcida do Botafogo. Ele foi emprestado ao Oeste, onde jogou 17 jogos e marcou dois gols. Ele divide opiniões na diretoria, que ainda não definiu o futuro do jogador que tem nacionalidade italiana, o que facilitaria uma negociação para Europa. Por outro lado, a falta de apoiadores no elenco pode criar uma brecha para o atleta finalmente mostrar serviço no Alvinegro.

Bernardo Gentile
Do UOL, no Rio de Janeiro