sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Botafogo espera parecer favorável no Refis



Glorioso tem R$ 10 milhões bloqueados e espera que dinheiro sirva para quitar duas parcelas restantes do valor da entrada no Refis da Crise, que venceram no último dia 30





Carlos Eduardo Pereira - Presidente do Botafogo (Foto: Henri Passos/BFR)
Carlos Eduardo Pereira, presidente do Botafogo,
está confiante (Foto: Henri Passos/BFR)
O Botafogo espera um parecer favorável da Procuradoria da Fazenda Nacional para seguir no Refis – programa de refinanciamento de dívidas com a União. O clube tinha até o último dia 30 para pagar cerca de R$ 7 milhões, referentes a duas parcelas do programa, mas entrou em negociação para honrar o compromisso.

Com R$ 10 milhões bloqueados pela Justiça, referentes a cotas de TV, o Alvinegro espera que esta quantia seja usada para quitar o débito. A medida foi negociada pelo próprio presidente Carlos Eduardo Pereira.

– É uma proposta simples: queremos pagar a dívida com as receitas que estão bloqueadas pela Justiça justamente por atrasos do clube. Tal pleito está respaldado pela jurisprudência de decisões favoráveis a Atlético-MG e Vasco. Estive com o ministro chefe da Controladoria Geral da União em Brasília, e ele orientou a tomar tal atitude – disse o mandatário ao Globoesporte.com.

Caso tenha sucesso na investida, o Alvinegro dará um importante passo para se livrar das dívidas. Se a Procuradoria da Fazenda Nacional aceitar a “troca”, o Glorioso vai reduzir consideravelmente o valor das parcelas do Refis. O clube terá de pagar R$ 600 mil por mês.


Leia mais no LANCENET!