quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Botafogo mostra evolução e vence jogo-treino contra o Barra Mansa


Apesar de espaços na defesa, equipe apresenta melhoras com nova formação e faz 2 a 0 em equipe da Série A carioca: 2 a 0, gols de Bill e Sassá





Sasá marca um dos dois gols da vitória do
Botafogo (Foto: Gustavo Rotstein)
Se os jogos-treinos servem para experiências que visam à melhor formação, René Simões pode dizer que a atividade desta quarta-feira foi válida. Menos pela vitória por 2 a 0 sobre o Barra Mansa – gols de Bill, aos 12 minutos do primeiro tempo, e Sassá, de pênalti, aos 41 minutos do segundo – e mais pela forma como o Botafogo atuou no campo do CEFAT, em Várzea das Moças. Com uma formação diferente daquela que começou na derrota para o Gonçalense, no último sábado, o time mostrou melhor articulação e desenvoltura, principalmente no ataque.

O Botafogo iniciou com a seguinte escalação: Jefferson, Gilberto, Roger Carvalho, Alisson e Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão, Diego Jardel e Gegê; Rodrigo Pimpão e Bill. A dupla de ataque funcionou bem, com Pimpão fazendo de forma satisfatória a função de abastecer Bill. Foi assim que nasceu o gol alvinegro. Após receber na direita, Pimpão cruzou rasteiro para o centroavante, que se antecipou à marcação e desviou no primeiro pau.

A dupla contava com uma colaboração que vinha principalmente pelos lados do campo. Os laterais Gilberto e Carleto se apresentavam bem à frente. A surpresa positiva foi Gegê. Praticamente inutilizado em 2014, o meia recebeu a chance de ser titular, mostrou bom passe e poder de articulação com os homens de frente. Mas em termos defensivos o Alvinegro continuou a apresentar falhas, errando na marcação e deixando espaços para o adversário.

Se Diego Jardel, outro que não foi titular no primeiro jogo-treino, foi apenas discreto, Willian Arão aproveitou melhor a oportunidade. Muito cobrado por René Simões, principalmente no posicionamento, o volante mostrou boa presença na frente. Quase marcou dois gols de cabeça em lances consecutivos após cobranças de escanteio.

Ao contrário do compromisso anterior, os titulares atuaram quase 60 minutos. A partir de então René Simões começou a fazer suas modificações. Ao deixar o campo, Jefferson optou por passar perto do público que compareceu em bom número ao CEFAT. O goleiro da seleção brasileira foi ovacionado e simpaticamente parou para cumprimentar os torcedores.

Com as modificações, a equipe naturalmente caiu de rendimento e continuou apresentando alguns problemas de marcação. Mas contou com o ímpeto de Jobson e Sassá. Determinados a ganhar espaço, os atacantes impuseram velocidade e deram trabalho ao Barra Mansa. Aos 41 minutos o volante Airton sofreu pênalti, e Sassá cobrou para fazer 2 a 0.

O Botafogo tem neste sábado seu último teste antes do início da temporada. Neste sábado a equipe enfrenta o Shandong Luneng, da China, em amistoso às 17h, no Engenhão, com portões fechados.

Por Gustavo Rotstein e Marcelo BaltarNiterói,RJ/GE