quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Atacante do Botafogo tem prisão decretada por não pagar pensão alimentícia


Atacante Bill está envolvido em problemas na Justiça por não pagar pensão


Vitor Silva / SSPress.


O atacante Bill, do Botafogo, teve prisão decretada pela Justiça na terça-feira por falta de pagamento de pensão alimentícia à ex-mulher, Sabrina de Oliveira Nascimento, e aos seus dois filhos. A decisão foi tomada pela 4ª Vara Cível de Bragança Paulista, em processo que arrasta desde o início de 2014.

Waldemar Siqueira Filho, advogado de Sabrina de Oliveira Nascimento , informa que as negociações com o atleta não foram satisfatórias e, por isso, a busca pelo caminho da Justiça foi definida. Bill alegou que deveria ter que pagar um valor menor à ex-mulher e aos filhos após deixar o futebol do exterior e assinar com o Ceará em 2014.

O advogado cita segredo de justiça e não fala em valores, mas ressalta que Bill deixou de efetuar os pagamentos sem comunicar argumento de queda em seus salários às autoridades.

"Ele tem meios próprios, por causa do trabalho. Se ganha R$ 1.000, destina-se 40% deste valor para a pensão. Se não fizer, torna-se inadimplente. Correndo o risco de prisão", informou o advogado Waldemar Siqueira Filho.

Em 2013, Bill atuava pelo Al Ittihad. Sem sucesso na Arábia Saudita, ele voltou ao futebol brasileiro para jogar pelo Coritiba até o final desta mesma temporada. O atacante fechou com o Ceará em 2014, período em que alega que o seu salário diminuiu.

Neste ano, Bill aceitou contrato com o Botafogo. Em crise financeira, o clube propôs acordo com o atleta segundo teto salarial estipulado em R$ 50 mil.

O Botafogo informa que a rotina de Bill não mudou nesta quinta-feira. O atacante treina no Engenhão ao lado dos jogadores que foram titulares no jogo contra o Bangu. Ele marcou duas vezes na quarta-feira, em vitória alvinegra por 3 a 0, pelo Campeonato Carioca.


Luiz Gabriel Ribeiro
Do UOL, no Rio de Janeiro