sábado, 21 de março de 2015

Com atletas cansados e pendurados, Botafogo poupa e testa alternativas


Com carência de opções nas laterais, René Simões improvisa em treinamento e lamenta desgaste de alguns jogadores



Gilberto deixa mais cedo o treino do Botafogo neste sábado:
 lateral tem desgaste e está pendurado (Foto: Gustavo Rotstein)
René Simões não fez mistério sobre o time que enfrenta a Cabofriense. Mas o treino deste sábado também serviu para que o treinador pudesse trabalhar algumas alternativas. Afinal, a equipe que entra em campo neste domingo, em Macaé, terá três titulares pendurados e alguns que acusam o cansaço acumulado por conta de 10 jogos consecutivos.

Assim, Gilberto e Carleto disputaram apenas o início do treino tático realizado em campo reduzido. Os dois laterais estão incluídos nas duas categorias: cansados e pendurados. Fernandes é o terceiro com dois cartões amarelos, além de Sassá. Atualmente o Botafogo não tem especialistas disponíveis para substituí-los. Na direita, Luis Ricardo ainda se recupera de lesão muscular. Na esquerda, Jean, recém-promovido dos juniores, ainda requer amadurecimento, segundo a comissão técnica.

Por isso, Fernandes foi deslocado para a lateral direita e Tomas atuou do lado esquerdo. O volante Andreazzi também tem sido observado na lateral.

- Temos que testar os laterais. O Tomas já jogou nessa posição, e tenho insistido ali. Já o Fernandes é impressionante, joga em qualquer posição. Além disso, foi bem como lateral no jogo-treino contra o Minessota. Ainda não temos reposição específica, então temos que buscar alternativas e treinar situações de jogo - explicou René Simões.

A comissão técnica também tem se preocupado com o estado físico dos jogadores e, assim, a ordem é não forçar ninguém. Gilberto, Carleto e Renan Fonseca foram titulares em todos os jogos do ano e por isso requerem atenção especial. Marcelo Mattos e Bill não apresentaram lesão, mas as dores musculares foram consideradas suficientes para que não fossem escalados contra a Cabofriense.

- Alguns jogadores estão com um desgaste muito grande, e a partir de agora quase sempre teremos jogos no meio de semana. O Gilberto, por exemplo, vinha se queixando de umas dores lombares e, por sugestão nossa, até trocou seu colchão. Espero que melhore - observou o técnico alvinegro.

Por Gustavo Rotstein Rio de Janeiro/GE