quarta-feira, 4 de março de 2015

Gegê ganha vaga de Diego Jardel antes de clássico contra o Fluminense


Depois de reclamar de substituição, meia perde espaço. Diego Giaretta é escolhido para substituir Roger Carvalho



Diego Jardel perde vaga de titular em treino
(Foto: Gustavo Rotstein)
Com a confiança dos bons resultados, René Simões mostrou que em time que está ganhando também se mexe. Em treino tático realizado na tarde desta quarta-feira, no campo anexo do Estádio Nilton Santos, o treinador substituiu Diego Jardel por Gegê na equipe titular, em relação à equipe que fez 1 a 0 no Flamengo, no último domingo. A mudança, entretanto, ainda será confirmada ao longo da semana de preparação para o clássico contra o Fluminense.

Diego Jardel foi substituído por Sassá ainda no primeiro tempo do jogo contra o Flamengo. Ao deixar o campo, o meia não escondeu a insatisfação e por isso foi publicamente repreendido por René Simões. O treinador, entretanto, garantiu que a atitude do jogador não teria influência em suas escolhas para o clássico contra o Fluminense.

Diego Giaretta também atuou entre os titulares. Ele foi o escolhido para o lugar de Roger Carvalho, que cumpre suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo. Outra mudança foi a entrada do volante Dierson, que ainda atua nos juniores, no lugar de Marcelo Mattos, que foi poupado por causa de cansaço muscular. No entanto, ele não deve ser problema para o jogo deste domingo, no Maracanã.

O Botafogo treinou com a seguinte formação: Jefferson, Gilberto, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Carleto; Dierson, Willian Arão, Gegê e Tomas; Jobson e Bill.

Depois de comandar um treino tático no qual cobrou rápida transição da defesa para o ataque, René Simões observou a equipe num coletivo em campo reduzido, promovendo alguns testes, como Sassá e Tássio no ataque.

Rodrigo Pimpão apareceu no campo pela primeira vez desde que sofreu estiramento na coxa direita, dia 11 de fevereiro. No entanto, ainda seguirá entregue ao departamento médico. Os volantes Airton (dores no púbis) e Andreazzi (dor na panturrilha), seguem em tratamento.

Por Gustavo Rotstein e Sofia Miranda Rio de Janeiro/