domingo, 12 de abril de 2015

Com reclamação e crítica de René, Jobson fica em xeque no Botafogo


Atacante mostra mais uma vez insatisfação ao ser substituído e pode perder posição de titular no momento em que é discutida renovação de seu contrato





Jobson não teve boa atuação no clássico (Foto: André Durão)
Ao ser substituído na partida contra o Macaé, na última quarta-feira,Jobson fechou a cara e jogou um copo de água no chão. Mas a festa pela conquista da Taça Guanabara acabou por amenizar a questão. Mas o novo ar de reprovação ao deixar o campo no segundo tempo da derrota por 2 a 1 para o Fluminense, no último sábado, fez o técnico René Simões responder o atacante, que passa a ter sua posição de titular em xeque para a sequência de jogos decisivos do Botafogo. Isso em meio às conversas com o clube para a renovação de seu contrato, que termina em 24 de junho.

Após deixar o campo para dar lugar a Sassá, ainda no início do segundo tempo do clássico contra o Fluminense, Jobson foi diretamente para o vestiário, deixando de lado a possibilidade de acompanhar o restante da partida do banco de reservas. Ao ser perguntado sobre a reação do atacante, René Simões respondeu:

- Não foi bem na partida. Se ele ficou insatisfeito em sair, eu também fiquei insatisfeito com a atuação dele, então estamos empatados. Eu tiro quem quiser. Se ele está insatisfeito, vai para casa curar essa insatisfação e se acalma. No meu time, quando as coisas não acontecem, quem decide o que é feito sou eu. Não tem conversinha, não tem explicação, nada.

Jobson passa por um momento de definição no Botafogo. Na última sexta-feira, o clube e seu representante tiveram a segunda reunião para tentar chegar a um acordo de renovação, mas sem que houvesse uma decisão. Existe a possibilidade de que haja um novo encontro nos próximos dias, no qual espera-se um acordo.

A crítica de René Simões também mostra que a posição de titular está ameaçada. Após a partida, o treinador elogiou a atuação de Rodrigo Pimpão no segundo tempo contra o Fluminense. O atacante voltou a ser relacionado após se recuperar de uma lesão muscular.

- Gostei da entrada do Pimpão. Foi bom saber que está bem. É muito inteligente, disciplinado taticamente e finalizador - observou.

Apesar do momento desfavorável, Jobson segue como um dos principais jogadores do Botafogo na temporada. O atacante é o vice-artilheiro da equipe em 2015, com seis gols em 14 partidas disputadas.

Por Gustavo Rotstein Rio de Janeiro/GE