sábado, 23 de maio de 2015

Com o Atlético-GO como mandante, Botafogo joga em "casa" em Brasília


Clubes duelam no Mané Garrincha com novidades na equipe e expectativa de bom público. Alvinegro busca retomar a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro



Montagem de capa do GE
Em busca de renda, o Atlético-GO levou a partida contra o Botafogo, neste sábado, às 16h30, para o Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Embora a expectativa seja de um bom retorno financeiro, o time goiano jogará praticamente fora de casa. A torcida alvinegra, na Capital Federal, já deu mostras de que apoiará o time. Da calorosa recepção no aeroporto à boa presença no treino de sexta, os botafoguenses devem comparecer em bom número ao estádio, embora o preço do ingresso (R$ 120) seja salgado: 30 mil entradas foram colocadas à venda, e a expectativa é que pelo menos a metade seja vendida.

A derrota para o Ceará, na última rodada, e a eliminação na Copa do Brasil contra o América-RN aumentaram a responsabilidade do Atlético-GO para o duelo deste sábado. Mesmo jogando em Brasília e com torcida adversária em maior número, o time goiano quer fazer prevalecer o mando de campo e surpreender o Botafogo. O técnico Marcelo Martelotte, que foi obrigado a fazer várias mudanças na última quarta-feira, conta com retornos importantes.

Com seis pontos em dois jogos, o Botafogo vai a campo em busca de uma vitória que pode reconduzir o time à liderança da Série B. A equipe terá quatro mudanças. Poupado contra o Figueirense, Daniel Carvalho volta à equipe. Pedro Rosa terá uma chance no lugar de Carleto. Como Marcelo Mattos segue machucado, Guilherme Camacho terá oportunidade. Aírton, por sua vez, deixa o time. No ataque, sem Sassá (machucado) e Rodrigo Pimpão (suspenso), René Simões vai apostar em Lulinha, que fará sua primeira partida como titular.

A partida terá um trio de arbitragem paulista. Flávio Rodrigues de Souza apita, com o auxílio de Fabrício Porfírio de Moura e Marco Antônio de Andrade Motta Júnior. Premiere e PFCI transmitem a partida ao vivo para todo o Brasil, através do sistema pay per view. O GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real, com vídeos. Após o jogo, participe da cobertura comentando a atuação das equipes na página do seu clube de coração.




Atlético-GO: o meia Aílton e o atacante Arthur, que não puderam defender o Atlético-GO na Copa do Brasil, estão de volta. O volante Marcus Winícius segue improvisado na zaga. Na lateral direita, o treinador rubro-negro pode escalar Éder Sciola, Murilo ou até mesmo o volante Pedro Bambu. A provável formação tem Márcio; Murilo (Éder Sciola), Marcus Winícius, Diego e Sidcley; Anderson Pedra, Pedro Bambu, Zezinho e Aílton; Juninho e Arthur.

Botafogo: o Botafogo terá novidades neste sábado. Pedro Rosa terá uma chance na vaga de Carleto, enquanto Guilherme Camacho entra no time por conta da contusão de Marcelo Mattos. Na frente, Lulinha formará dupla de ataque com Bill. O time vai a campo com Jefferson, Gilberto. Renan Fonseca, Diego Giaretta, Pedro Rosa; Willian Arão, Guilherme Camacho, Elvis, Daniel Carvalho; Lulinha e Bill




Atlético-GO: o zagueiro Lino, com lesão na panturrilha, ficou em Goiânia.

Botafogo: Sassá (entorse no pés) e Marcelo Mattos (dores musculares) estão fora. Recuperado de lesão, Roger Carvalho está em fase de transição, mas ainda não está à disposição de René. Rodrigo Pimpão cumpre suspensão por ter sido expulso na última rodada.



Atlético-GO: Zezinho.

Botafogo: Carleto.

Por GloboEsporte.com Brasília/GE