sábado, 27 de junho de 2015

Lulinha disputa vaga, busca brecha no Bota e trata vitória como obrigação


Testado por René entre os titulares, meia se diz adaptado ao Botafogo e quer vencer o Macaé para apagar empate com o Boa Esporte em casa: "Queremos a recuperação"





No coletivo desta sexta-feira, René Simões colocou uma pulga atrás da orelha de todos. O treinador comandou o treino com 12 titulares, Lulinha foi a novidade na atividade e pode ser a surpresa para a partida contra o Macaé, neste sábado.

Ao contrário do que costuma fazer, René Simões optou pelo mistério e não confirmou o time para o jogo. Fato é que, se Lulinha não começar a partida, será a principal opção ofensiva no banco para eventualmente mudar o ritmo na partida, especialmente com Sassá e Henrique vetados, por conta de problemas físicos.

- O Macaé vem fazendo uma boa Série B até agora e será um adversário difícil. Temos que buscar a vitória, principalmente depois do empate em casa com o Boa Esporte. Queremos a recuperação neste jogo - disse Lulinha, tratando a vitória como obrigação neste sábado. 

Há menos de dois meses no clube, Lulinha se diz adaptado ao Botafogo (Foto: Marcelo Baltar / GloboEsporte.com)
Contratado logo após a disputa do Campeonato Carioca, Lulinha ainda não completou dois meses no Botafogo. O jogador, no entanto, garante estar bem adaptado e elogia o ambiente do dia a dia no clube.

- A liderança (da Série B) é o reflexo do bom ambiente que o clube vive. Não só no grupo de jogadores, mas em toda a estrutura do Botafogo. Estamos confiantes e trabalhando muito para fazer um segundo semestre melhor que o primeiro,

Lulinha disputou cinco jogos pelo Botafogo e marcou dois gols. Neste sábado, ele está relacionado para a partida contra o Macaé, às 16h30, no Estádio Cláudio Moacyr. O GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real.

Por GloboEsporte.com Rio de Janeiro/GE