quinta-feira, 18 de junho de 2015

Melhor do Brasil em casa, Botafogo supera equipes da Série A em 2015


Além de melhor aproveitamento de pontos, Alvinegro é o único das duas divisões que venceu todas em seu estádio. Marca é posta à prova contra Boa Esporte, nesta sexta



Botafogo comemora mais uma vitória no Nilton Santos: melhor
 marca do Brasil em casa em 2015 (Foto: Vitor Silva / SSPress)
O Botafogo disputa a Segunda Divisão, mas tem marcas para se orgulhar, mesmo em comparação com os times que atuam na elite do futebol nacional. Além de ter o melhor aproveitamento do Brasileirão, também contando a Série A (90,5% dos pontos disputados), o Alvinegro detém a marca de único time das duas divisões que venceu todas as suas partidas oficiais em casa em 2015. São 12 vitórias em 12 partidas no Estádio Nilton Santos.

Nesta sexta-feira, o Botafogo terá mais uma oportunidade de confirmar sua força em casa ao receber o Boa Esporte, pela oitava rodada do Brasileirão. Caso conquiste a 13ª vitória no Estádio Nilton Santos, o Alvinegro abrirá cinco pontos sobre o segundo colocado. Na última terça-feira, o Náutico tropeçou empatando em 1 a 1 com o Paysandu no Recife. Os únicos que podem alcançar o segundo lugar são Sampaio Corrêa e Bahia, que têm 14 pontos e se enfrentam também nesta sexta, em São Luís.

- O fator casa tem sido preponderante para o Botafogo. O adversário vem jogar no Estádio Nilton Santos. É a Enciclopédia. Lembrar desse monstro sagrado é uma responsabilidade. Desde que o estádio foi rebatizado, vencemos todos os jogos. Para nós, jogar em casa faz toda a diferença - ressaltou o técnico René Simões.






A marca do Botafogo em 2015 tem ainda mais importância quando comparada aos demais clubes das Séries A e B. Três times que estão na elite do futebol brasileiro ainda estão invictos em seus estádios na temporada: Sport, Santos e Figueirense. Entretanto, não venceram todas as partidas. O Sampaio Corrêa, rival do Alvinegro na Segunda Divisão, também ainda não perdeu jogando no Castelão, no Maranhão.

Nas 12 partidas em que atuou no Estádio Nilton Santos na atual temporada, o Botafogo marcou 35 gols e sofreu apenas seis. Já são duas partidas sem ter a defesa vazada, a última delas na goleada por 4 a 1 sobre o CRB, no dia 16 de maio – há mais de um mês, portanto.




No jogo desta sexta-feira, além da expectativa da 13ª terceira vitória consecutiva – que aumentaria o recorde de triunfos seguidos desde que assumiu o Engenhão –, o Botafogo espera uma grande presença de público. Para isso, nos últimos dias, o clube fez um mutirão e conseguiu entregar no Rio de Janeiro 2 mil carteirinhas de sócio-torcedor que eram devidas. Os integrantes do programa terão à sua disposição contêineres nos setores Norte, Leste e Oeste para atendimento. Além disso, os ingressos tiveram preços reduzidos para R$ 20 a inteira (setores Norte e Sul), o mais barato.

Assim, o clube torce para que contra o Boa Esporte o Estádio Nilton Santos receba um público próximo ao de 25 mil pessoas. Cerca de 30 minutos antes de a bola rolar haverá uma homenagem ao ex-jogador Nilson Dias. Inicialmente, a festa seria para Gerson, mas a cerimônia foi adiada por conta de compromissos do Canhotinha de Ouro.

A diretoria alvinegra também tem entrado em contatos com autoridades para que o torcedor tenha mais conforto para se deslocar ao Engenhão. A intenção é que haja um maior efetivo da Polícia Militar para que possam funcionar todas as 18 roletas do estádio – na última partida foram apenas 10. O Botafogo também apela para que SuperVia, metrô e companhias de ônibus disponibilizem mais composições ao término da partida para que o público possa deixar o estádio com mais conforto e segurança.

Por Gustavo Rotstein e Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE